Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Hortifruti Fernandes

Hortifruti Fernandes
Travessa 15 de Novembro - Centro (ao lado da extinta Escola Amélia Almeida / Semáforo)

Star Drinks

Star Drinks

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

SAÚDE - Chapadinha Tem Dia "D" da Campanha de Vacinação Contra a Poliomielite


No último sábado (15) a Prefeitura de Chapadinha, através da Secretaria Municipal de Saúde, promoveu o Dia "D" da Campanha Nacional contra Poliomielite e a Campanha de Multivacinação para atualização do esquema vacinal. A campanha se estende até o próximo dia 31 de agosto.



Durante a campanha, os pais podem colocar em dia outras vacinas dos filhos. Serão aplicadas doses contra rotavírus, varicela, meningites, tuberculose, sarampo, rubéola, coqueluche, caxumba, febre amarela, hepatites. Basta que os pais levem a caderneta da criança para que os profissionais de saúde avaliem as doses atrasadas.


Em Chapadinha, a meta da campanha de vacinação contra a poliomielite é imunizar 90% da população de crianças de seis meses a menores de cinco anos, mantendo dessa forma elevadas coberturas vacinais homogêneas, e assim, evitar a reintrodução do vírus selvagem da poliomielite. Já o objetivo da campanha de Multivacinação é imunizar de forma seletiva crianças de zero a menores de cinco anos, avaliando a caderneta de saúde da criança e atualizando de acordo com a situação encontrada.


O Ministério da Saúde alerta que crianças com infecções agudas, febre acima de 38 graus Celsius (ºC) ou hipersensibilidade a algum componente da vacina devem ser avaliadas por um médico para saber se a imunização é indicada.

Allan Monteles - Sec. Mun. de Saúde de Chapadinha

O secretário municipal de Saúde, Allan Monteles, acompanhou o Dia "D" que aconteceu no hospital Benú Mendes, “Essa campanha é de extrema importância tanto para os filhos como para os pais que tem a oportunidade de atualizar a caderneta de seus pequeninos. Apesar da paralisia infantil está erradicada no Brasil, continuamos a arregaçar as mangas para evitá-la. Os pais devem ficar atentos e levar seus filhos a unidade básica mais próxima de sua casa” – advertiu o secretário.

Brendha Gomes - Secom/PMC


Publicidade



Postar um comentário

Arquivo do blog