Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Formatura do Proerd Acontece Nesta Quinta-Feira

Vai acontecer nesta quinta-feira, dia 08 de dezembro, a formatura do Proerd (Programa Educacional de Resistências a Droga e a Violência) com as escolas da rede municipal de ensino de Chapadinha, formatura essa que deveria ter acontecido em meados de agosto do corrente ano.
 
Dessa vez serão contemplados 540 alunos do 5º ano do ensino fundamental, a Solenidade de Formatura acontecerá no auditório do Colégio Francisco Almeida Carneiro (FAC) a partir das 8h, onde estarão presentes todos os formandos, além de pais de alunos e várias autoridades locais, bem como uma equipe do Proerd, de São Luís-MA.
 
 
Com mais essa formatura, a 4ª CI/PM estará formando em Chapadinha mais de 5.500 alunos desde a implantação do Programa nesta cidade, e mais de 10.000 alunos em todo o Baixo Parnaíba. Já foram contemplados com o programa os municípios de Chapadinha, Anapurus, Mata Roma, Buriti, Brejo, Milagres, Santa Quitéria, Magalhães de Almeida, Tutóia, Araioses, Água Doce, Paulino Neves, Urbano Santos, São Benedito do Rio Preto e Belágua.
 
O Proerd tem como estrutura básica a parceria entre a Polícia Militar do Maranhão, a Escola e principlamente a comunidade, este programa visa prevenir os seu alunos contra o uso das Drogas, e com isso cria um elo de amizade entre a Polícia Militar e a comunidade, e já está presente em todo os estados do Brasil, no Maranhão este ano a meta será de formar mais de 120.000 alunos.
 
Por: Claudecir Satil - Blog Sala Vip
 

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

BURITI: Prefeito Nenén Mourão é Denunciado Por Irregularidades em Convênio na Saúde

Do Blog Correio Buritiense
 
Contrato com a Funasa visava à compra de equipamento e material permanente para o município
O
Ministério Público Federal denunciou, em Brasília, no último dia 30 de novembro, o prefeito de Buriti (MA), Francisco Evandro Freitas Costa Mourão (Neném Mourão) por irregularidades na apresentação de contas de convênio firmado com a Fundação Nacional da Saúde (Funasa). O gestor municipal celebrou convênio visando à aquisição de equipamento e material permanente para a cidade, mediante o repasse de R$ 50 mil da União, com a contrapartida de R$ 2,5 mil do município.


De acordo com o Ministério da Saúde, foram verificadas irregularidades na documentação da prestação de contas, enviadas em janeiro de 2008. Mesmo tendo apresentado documentação complementar, nova vistoria constatou que ainda existiam pendências. Além disso, fiscalização realizada no local atestou que os equipamentos indicados como sendo do convênio não estavam de acordo com o plano de trabalho, nem possuíam plaquetas de tombamento patrimonial.
 

Em razão disso, a Divisão de Convênios e Gestão do Ministério da Saúde sugeriu a não aprovação das contas e a devolução ao Governo Federal do montante de R$ 50 mil, os quais, atualizados monetariamente, totalizariam R$ 73 mil. O município ainda foi inscrito como inadimplente no Ministério da Saúde e está sujeito à tomada de contas especial.

A tomada de contas especial é “o processo devidamente formalizado que objetiva apurar a responsabilidade daqueles que derem causa a perda, extravio ou outra irregularidade de que resulte prejuízo ao Erário”.
 

A denúncia aponta que Neném Mourão também não encaminhou a prestação de contas final dos recursos no prazo determinado, pois o convênio venceu em maio de 2007, devendo as contas serem prestadas no máximo até julho de 2007, o que não aconteceu. “O denunciado [prefeito Neném Mourão] empregou recursos federais transferidos pelo Ministério da Saúde em desacordo com o programa a que se destinavam, deixou de cumprir a obrigação legal relativa à prestação de contas, no devido tempo, ao órgão competente, da aplicação de verbas federais”, argumentou o procurador regional da República Alexandre Espinosa.
 

Se condenado, Neném Mourão poderá perder o cargo e ficar inabilitado, por cinco anos, para o exercício de cargo ou função pública. Também poderá ter que pagar indenização, no valor de R$ 90.135,00, para reparação do dano causado ao Ministério da Saúde.
 

Este Correio (Buritiense) há muito vem denunciando irregularidades na área da saúde e este convênio é só mais um exemplo de malversação do dinheiro público destinado para o atendimento, sobretudo, da população mais carente de Buriti.
 

Suspeitas de irregularidades são muitas: equipamentos de péssima qualidade na sala de raios-X, o que acarretou o seu fechamento; compras suspeitas de medicamentos; furtos (lembrem-se que foram dois) sem explicações plausíveis de equipamentos no Posto de Saúde, num prejuízo que pode passar dos R$200 mil reais, inclusive, deixando marcas de crueldade ao espancarem o vigilante plantonista, coincidentemente, dos dois roubos (o que levanta suspeita de tentativa de queima de arquivo). Tudo isso sem que o Prefeito tenha se manifestado publicamente.
 

A secretaria de saúde de Buriti tornou-se uma verdadeira caixa de pandora, onde as suspeitas de desvios só se avolumam.
 

É hora do Ministério Público de Buriti agir firmemente contra esses desmandos e absurdos que vem ocorrendo na secretaria de saúde e acabar de vez com essa sangria do dinheiro público.
 

Cabem também ao secretário de saúde, Edivaldo Pimentel, explicações cabais acerca dessa denúncia grave que atinge o prefeito de Buriti.
 

Seria necessário também que a Câmara de Vereadores assuma seu papel de fiscalizadora do executivo e analise a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), convocando tanto o prefeito de Buriti para dá explicações quanto o próprio secretário de saúde para que esclareçam sobre o convênio e que destino tomou os R$ 50 mil reais recebidos pela prefeitura.
 

Se nada ficar esclarecido, como muitas das irregularidades citadas e denunciadas por este Correio Buritiense, não restarão dúvidas de que, à Câmara, cabe instalar um processo de cassação do mandato do prefeito Neném Mourão.

(Clique aqui e ouça a denúncia diretamente de Brasília, pelo repórter Daniel Cardoso)
 

Número Judicial: 0068874 – 86.2011.4.01.0000

Estudante Chapadinhense de 14 Anos está Desaparecida

A estudante da Escola Municipal Almada Lima Filho, no Bairro Terras Duras, Aline Sousa dos Santos, de 14 anos de idade, está desaparecida desde a última sexta-feira (02). A mãe da adolescente, dona Alice dos Santos Sousa disse que a filha saiu de casa sem avisá-la para onde ia.

Aline Sousa dos Santos saiu levando apenas a roupa do corpo, ela trajava um short Jeans azul, uma blusa de cor rosa e calçava sandálias havaianas.


Qualquer informação sobre o paradeiro da estudante entre em contato por meio dos números (98) 9135-3227 ou 9169-7832. A família está desesperada com o desaparecimento da menor, que já está a quatro dias fora de casa.


Por: Luís Carlos Júnior - Blog Ações e Destaques
Imagens: Alexandre Cunha

COPA UNIÃO: Santa Quitéria é Vice-Campeão e Fica com a Segunda Vaga da Copa do Brasil 2012

A última partida decisiva da Copa União foi disputada nesta segunda-feira (05), mas o campeão já havia sido conhecido na semana passada. No primeiro confronto entre Sampaio x Maranhão, o Tricolor havia massacrado o adversário por 7 a 1.


O resultado deixou o Sampaio em situação bastante confortável, pois podia perder por até seis gols de diferença.


O Sampaio nem precisou se esforçar muito para garantir o empate por 0 a 0 e levar a Copa União de arrastão. O Tricolor venceu os dois turnos e somou 44 pontos em toda a competição. O vice-campeão foi o Santa Quitéria que será o segundo representante do Maranhão na Copa do Brasil em 2012.


Informações: blog do Zeca Soares

Zé Almeida Recebe Convite Para Dirigir o HAPA

Do Blog do Alexandre Pinheiro
O ex-prefeito José da Costa Almeida (foto) foi convidado para dirigir o Hospital Antonio Pontes de Aguiar - HAPA. Zé Almeida – que é médico e foi secretário de saúde na gestão de Magno Bacelar – foi lembrado como nome de pulso e autoridade para superar a crise do principal pronto socorro da região.


Em resposta Zé Almeida faz algumas exigências para aceitar a indicação. O ex-prefeito quer ter autonomia orçamentária e controle sobre aquisições de medicamentos, alimentos e itens de consumo como forma de garantir atendimento satisfatório aos usuários.


Atualmente as compras são centralizadas em setor específico e autônomo na estrutura da prefeitura e, como todos sabem, não tem conseguido suprir o HAPA até de medicamentos básicos como soro fisiológico, cujas faltas são frequentes.


As conversações prosseguem e devem ter desfecho até o final da semana.


*Foto: Willian Fernandes
 

Arquivo do blog