INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Star Drinks

Star Drinks

Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

sábado, 13 de abril de 2013

AFONSO CUNHA: Dilvanir dos Santos Pinto Assume a Coordenação Municipal da Mulher (CMM)

 
A Prefeitura Municipal de Afonso Cunha deu posse para a nova Coordenadora Municipal da Mulher - a professora Dilvanir dos Santos Pinto, em função de formuladora e incentivadora de políticas públicas, de instrumentos sociais e comportamentais, capazes de alavancar mudanças em nossa cidade, entende que as mulheres devem ser vistas em suas múltiplas características, classes sociais, etnias e expressões de sexualidade.

Ao Compreender a participação das mulheres como catalisadoras no processo de mudança na busca pela equidade, da transversalidade, na possibilidade de igualdade de oportunidades e que o respeito à diferença deve ser manifesto em todas as ações, o Governo Municipal institui para Coordenação Municipal da Mulher -CMM.
 
 
Finalidade

A Coordenação Municipal da Mulher – CMM - criado junto ao Gabinete do Prefeito é a unidade de trabalho responsável pela coordenação e acompanhamento das políticas públicas que contemplam as demandas das mulheres de Afons, incumbe promover Cunha atravéis da transversalidade e territorialidade, garantir a implementação de políticas públicas, fortalecer o enfrentamento à violência e promover e executar ações voltadas à mulher no Município.
 

Competências

A CMM é o órgão de coordenação e acompanhamento de políticas públicas de gênero, tendo como competências: assessorar as ações políticas relativas à condição de vida das mulheres, estimulando o combate aos mecanismos de subordinação e exclusão, que sustentam a sociedade discriminatória, visando buscar a promoção da cidadania feminina e igualdade entre os gêneros; fomentar o diálogo e a discussão com os movimentos sociais no Município, para articulação de ações que incentivem e promovam a inclusão equânime e participativa das mulheres na sociedade e no cenário político além de apoiar, articular os programas, os projetos e as ações voltadas às políticas de gênero.

Garantindo a Transversalidade

A CMM coordena o Comitê de Gênero que é composto pelas diversas secretarias municipais nas quais as representantes indicadas trabalham na busca da transversalidade de gênero dentro das ações desenvolvidas pelos diversos órgãos do município, bem como ações específicas para as mulheres. Dessa forma é realizado um trabalho integrador na busca da unicidade das ações. A sala de atendimento funciona de segunda á sexta-feira, no prédio da Secretaria de Assistência Social, na Avenida Antonio Bacelar – Centro.

 
Sec. Mun. Assist. Social, Iolandra e a nova Coordenadora, Dilvanir
 

Assembleia Itinerante Visita Chapadinha em Maio

Segunda maior cidade do Maranhão e considerada pólo da região Tocantina, Imperatriz recebeu, na última sexta-feira (12), o primeiro encontro da Jornada de Integração dos Legislativos, promovida pela Assembleia Legislativa do Maranhão. Além da importância em unificar trabalhos entre representantes de Câmaras Municipais e do Parlamento Estadual, o evento foi considerado pelo presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo (PMDB), como estratégico para recuperar a imagem do Poder junto à população.

O que queremos é chegar ao resgate da credibilidade do legislador junto não apenas ao seu eleitorado, mas à população como um todo. Nós somos os responsáveis por nossa classe e, como tal, temos que trabalhar por isso e fortalecer os municípios. E não haverá um município, um Estado melhor se os seus legisladores não estiverem capacitados, não estiverem preparados”, afirmou Arnaldo Melo.

Além do presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, também participaram do evento, prefeitos da região Tocantina, vereadores e os deputados estaduais Antônio Pereira (DEM), Carlos Amorim (PDT), Hélio Soares (PP), Carlos Alberto Milhomem (PSD), Rigo Teles (PV), Léo Cunha (PSC), Francisca Primo (PT) e Valéria Macêdo (PDT).

Chapadinha também está incluída na Jornada de Integração dos Legislativos e deverá receber a visita do parlamento estadual no dia 31 de maio, conforme programação divulgada pela Assembleia Legislativa do Maranhão.

Prevista exclusivamente para as sextas-feiras e sábados, a Jornada se estenderá até o dia 22 de junho. Além das duas cidades da região Tocantina, estão programadas reuniões em Caxias (19/04); Codó (20/04); Balsas (26/04); São João dos Patos (27/04); Barra do Corda (03/05); Presidente Dutra (04/05); Zé Doca (17/05); Santa Inês (18/05); Chapadinha (31/05); Itapecuru Mirim (01/06); Pedreiras (07/06); Bacabal (08/06); Pinheiro (14/06); Viana (15/06); Barreirinhas (21/06) e São Luís (22/06).
 
 

 

Chapadinha Inicia Ciclo de Conferências Regionais de Meio Ambiente

A Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão (Sema) divulgou, nesta sexta-feira (12), que iniciará no mês de maio, as Conferências Regionais em 11 municípios maranhenses, no período de 8 maio a 5 de julho. O objetivo é preparar o estado para a IV Conferência Estadual do Meio Ambiente, de 24 a 27 de outubro.
As primeiras conferências regionais serão nos municípios de Chapadinha e de Itapecuru Mirim, nos dias 8 e 10 de maio, respectivamente, a partir de 7h30. Em Chapadinha a conferência será no auditório central da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), localizado na BR-222, KM 04, s/nº, Boa Vista. Já em Itapecuru-Mirim será no espaço Henrique’s Eventos, localizado na Rua Santa Cruz, nº 5 –bairro Malvinas.
Serão debatidos pelos participantes, em todas as conferências regionais, o tema“Resíduos Sólidos” e os sub-eixos Produção e Consumo Sustentáveis, Redução dos Impactos Ambientais, Educação Ambiental e Geração de Emprego e Renda, que é o tema central da Conferência Nacional.
A expectativa é de que as primeiras conferências regionais no Maranhão mobilizem representantes de 41 municípios (19 na regional de Chapadinha e 22 na regional de Itapecuru-Mirim), entre organizações não governamentais, movimentos sociais, entidades, empresas, instituições de ensino e pesquisa, representantes dos poderes executivos, legislativos e judiciários etc.
Durante as etapas regionais serão eleitos delegados que deverão participar da IV Conferência Estadual, marcada para o período de 3 a 5 de setembro de 2013, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana, em São Luís. Os participantes elegerão 46 delegados em Chapadinha e 52 em Itapecuru Mirim.
 
 
 

CHAPADINHA: Valorização de Artistas Locais é Meta da Secretaria Municipal de Cultura

 
A prefeitura de Chapadinha, através da Secretaria Municipal de Cultura, está realizando o primeiro Cadastro Geral de Artistas, Agentes, Produtores, Entidades e demais manifestações culturais.
 
O objetivo é formalizar, potencializar e valorizar os artistas locais visando uma proximidade maior entre a Prefeitura e os mesmos, além do rápido acesso para eventuais parcerias.
 
De acordo com o secretário, Herbert Lago (foto), o cadastro vai democratizar os eventos culturais e a participação dos artitistas. “Além de ser uma fonte de informação para mapeamento da cadeia produtiva na cultura local, é um processo de construção de uma política cultural para o município, a partir da compreensão do que é arte e do que é cultura, e, principalmente, daquilo que é da responsabilidade do poder público e daquilo que é da responsabilidade da sociedade civil”- avaliou o secretário.
 
Os interessados devem procurar a sede da secretaria no prédio da prefeitura (localizada na Avenida Presidente Vargas nº 310) e solicitar o formulário.
 

Representantes das Secretarias Municipais de Assistência Social, Educação e Saúde Participam de Seminário sobre Bolsa Família em SL


 Na foto: Osny Menezes (operador master da Educação), Marjorie Mesquita(coordenadora da atenção básica), Márcia Portela (Adjunta de Assistência Social),
Pedro Cunha (coordenador do Bolsa Família), e Francisco Vale (conselheiro)
 
Representantes das secretarias municipais de Assistência Social, Educação e Saúde participaram entre os dias 9 e 11 do seminário "Fortalecimento da Intersetorialidade do programa Bolsa-Família no Estado do Maranhão”, direcionado para gestores municipais, coordenadores, secretários e técnicos do programa Bolsa-Família.

O encontro que discutiu a gestão e controle social do Bolsa Família, teve como objetivo orientar e capacitar coordenadores e gestores para que o programa chegue às comunidades e famílias de baixa renda que necessitam do benefício.
Entre os temas debatidos estavam o Fortalecimento das Políticas Intersetoriais na Implementação do Programa Bolsa Família; Segurança de Renda como Função da Seguridade e da Política de Assistência Social no Sistema Único de Assistência Social; e o Papel Institucional da Caixa Econômica Federal no Cadastro Único e no Programa Bolsa Família.
 
 

As adjuntas Valéria Gonelli (Secretaria Nacional de Assistência Social) e Márcia Portela (SEMAS-Chapadinha)
 
De acordo com a adjunta de Assistência Social, Márcia Portela, durante o evento foi discutido a importância da atualização de cadastros e relatório, bem como o monitoramento escolar dos beneficiários. “Um momento como esse é fundamental para os municípios, pois possibilita um esclarecimento mais abrangente do programa, o que consequentemente será refletido no combate à miséria e pobreza”- declarou Márcia.

Além da adjunta da Assistência Social, participaram ainda do evento o coordenador do Bolsa Família, Pedro Cunha, o conselheiro Francisco Vale, operador master da Educação, Osny Menezes e a coordenadora da Atenção Básica, Marjorie Mesquita.
 

DMT Inicia Campanha “No Trânsito Você é Responsável pela Vida”

 
 
A prefeitura municipal de Chapadinha, através do Departamento Municipal de Trânsito (DMT) deu inicio nesta sexta-feira (12) a mais uma etapa da campanha educativa em Chapadinha, agora com o slogan NO TRÂNSITO VOCÊ É RESPONSÁVEL PELA VIDA.
Esta é a segunda campanha que o departamento lança, a primeira foi durante o período de carnaval. O objetivo principal é orientar motoristas e pedestres dos cuidados a serem tomados, como, atravessar somente pela faixa, uso do cinto de segurança, uso de capacete, uso do celular, sinal vermelho entre outros.
 
 
 
O ponta pé inicial aconteceu com um arrastão de estudantes da rede pública e particular que percorreram as ruas de Chapadinha com apitos, cartazes e faixas educativas. A campanha que trabalha com a conscientização e esclarecimentos quanto aos direitos e deveres de cada um no trânsito vai até o final do mês de maio.
Durante o evento aconteceu ainda à apresentação de poesias, músicas e distribuição de informativos elaborados pelos próprios alunos.
 
 
O diretor do DMT, Francisco Monteiro, agradeceu a participação e apoio dos alunos e dos empresários que apoiaram e abraçaram a campanha, e frisou a importância desse tipo de atividade que tem como objetivo principal orientar e trabalhar a conscientização.

É necessário orientar e informar o cidadão antes de puni-lo, o que estamos fazendo é tentar educar o motorista para que, mesmo que seja em longo prazo, ele possa reconhecer e executar a forma correta de transitar pelas ruas seja pedestre ou motorista”, pontuou Monteiro.
 
 
A secretária adjunta de Educação, professora Maria Coelho, reforçou a mensagem da campanha falando do respeito à vida e da imprudência de alguns motoristas que conduzirem seus veículos. “Vamos fortalecer o trabalho em equipe e juntos lutar pela conscientização no trânsito, estando atendo as normas e as leis”- disse ela.
 
 
A prefeita Belezinha finalizou os trabalhos agradecendo o apoio da população lembrando que muitas vidas estão sendo ceifadas pela imprudência no trânsito. “Não temos dúvida de que se envolvermos as crianças hoje nas questões do trânsito, certamente teremos, amanhã, bons motoristas e pedestres mais cautelosos e cuidados. E isso tudo implicará em menos acidentes, menos mutilações de pessoas e drástica redução do número de mortes nas nossas ruas e estradas amanhã”, afirmou a prefeita.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Prefeita Ducilene Belezinha, Promotor de Justiça e Secretários Visitam Escolas com Reformas Inacabadas

 
Ascom/PMC

A prefeita Ducilene Belezinha, o secretário de Obras, Aluísio Santos, a adjunta, Rita Sandreya Cantanhede, o promotor de Justiça, Douglas Nojosa, o oficial de justiça, Joel Rodrigues, a secretária adjunta de Educação, Maria Coelho e o diretor do patrimônio público, Raimundo Nonato do Nascimento visitaram na manhã da última quinta-feira (11), cinco escolas e duas creches na cidade, onde foram iniciadas obras de reforma e construção pela gestão anterior, mas que não foram concluídas.
 
Essa visita foi agendada em reunião na promotoria no dia 20 de março, quando os secretários de Administração, Ilmar Mota, de Educação, Francejane Magalhães, adjunta, Maria Coelho e de Obras, Aluísio Santos apresentaram documentos onde constavam valores que já haviam sido gastos para a realização das reformas das escolas.
 
De acordo com o secretário de obras, Aluísio Santos, a visita teve como objetivo constatar, in loco, a situação que já havia sido apresentada à promotoria por meio de relatórios e documentos apresentando a atual situação dos prédios em questão. Com base no relatório, as reformas das escolas foram licitadas no ano de 2011, mas os trabalhos só teriam sido iniciados em dezembro de 2012. As obras são para 10 escolas na sede e mais de 30 para a zona rural.
 
 
 
Convidamos o promotor, que nos atendeu prontamente, para verificarmos pessoalmente, como algumas unidades escolares nos foram entregues. Viemos comprovar o que já consta no relatório feito pela secretaria de obras e que já havia sido enviado para a promotoria, descrevendo o problema de cada escola e creche”, disse o secretário.
 
A primeira escola a ser visitada foi a Unidade Integrada Almada Lima, lá o grupo foi recebido pela diretora, Regina Cláudia Abreu, eles passaram por todas as salas e algumas chamaram a atenção por causa do forte calor. O forro foi instalado, mas não foram feitas entradas e saídas de ar, deixando os alunos em ambientes muito quentes, dificultando a permanência nesses locais, principalmente no turno vespertino.
 
 
 
 
 
 
 
A segunda escola a ser visitada foi a Unidade Integrada Sebastião R. Lobo, no bairro do Caterpillar. A diretora, Aurilúcia Meneses, mostrou os pontos mais críticos da escola. O piso inacabado e com falhas no alinhamento podem se gerar acidentes.
 
 
 
 
 
 
 
Durante as visitas a prefeita Ducilene Belezinha passou por cada sala de todas as unidades, falou com os alunos e ouviu dos pequenos quais os problemas nas escolas.
 
 
 
Exemplo foi a pequena Maria Eduarda de apenas 8 anos da Escola Nossa Senhora Aparecida. A estudante destacou os problemas da escola.
 
 
 
Perguntei para a prefeita quando nossa escola vai ficar pronta, porque aqui tá muito quente. Eu queria uma escola bonita e limpa pra estudar”, disse a aluna do 2ª ano B.
 
Na escola Nossa Senhora Aparecida, o rejunte só foi iniciado, o forro do pátio ameaça cair e os banheiros apresentam várias deficiências.
 
 
 
Situação semelhante na escola Manoel José de Santana, onde o pátio da unidade foi ocupado por material de construção, mas os trabalhos foram paralisados apresentando riscos de acidentes.
 
Outra escola que também precisa ser observada é a U.I. Alexandre Costa, lá o piso só foi colocado em parte da unidade e o resto apresenta falhas, a diretoria divide o mesmo espaço que a biblioteca.
 
O diretor, Marco Antônio Cunha Martins, apresentou documentos, que recebeu assim que assumiu o cargo, e também destacou o que teve que ser feito na escola para que as aulas fossem iniciadas no período certo para que as crianças não tivessem o calendário escolar prejudicado.
 
 
 
De acordo com o promotor de justiça, Douglas Assunção Nojosa, a visita serviu para observar de perto, os problemas que os alunos e professores da rede municipal enfrentam diariamente com as obras inacabadas.
 
 
 
Estamos verificando os problemas dessas unidades escolares e conversando com os diretores para sabermos quais as dificuldades. O próximo passo é saber quanto foi gasto no início dessas reformas e obras que não foram concluídas e responsabilizarmos cada um por seus atos”, disse o promotor.
 
Esses são apenas alguns dos problemas visivelmente perceptíveis, pois além desses tem também as obras iniciadas com recursos do governo federal. Duas creches, uma no bairro do Areal e outra na Praça do Viva, Campo Velho.
 
No canteiro de obras dessas duas creches, o material já adquirido se deteriora com a ação do tempo e as empresas responsáveis pelos trabalhos não voltaram mais para o local desde o início da nova gestão.
 
 
 
 
 
 
 
Para a prefeita Ducilene Belezinha, a urgência em resolver a situação das escolas é muito grande, mas a prefeitura só poderá fazer algo quando as empresas apresentarem a documentação dos serviços já realizados, valores gastos e saber se elas irão concluir os trabalhos.
 
 
 
Só podemos fazer algo quando tivermos o respaldo judicial para concluirmos os trabalhos, pois essas obras não foram iniciadas por nossa gestão e mexer em alguma unidade escolar nesse momento, pode nos tornar cooresponsáveis. Agradecemos a vinda do Dr. Nojosa e contamos com o apoio da justiça para resolvermos o quanto antes essa situação, pois nossas crianças precisam de locais dignos para estudar”, concluiu a prefeita.
 
A visita se encerrou na construção da creche na Praça do Viva, lá o acesso à obra estava interditado e o grupo não pode entrar para checar a situação da obra.
 
 
 
 
 
 
 
A próxima visita será realizadas em escolas da zona rural no próximo dia 18.
 
Escolas visitadas:
Unidade Escolar Dr. Almada Lima
Unidade Integrada Sebastião R. Lobo
Unidade Escolar Nossa Senhora Aparecida
Creche do Areal
Unidade Integrada Manoel José de Santana
Colégio Alexandre Costa
Creche na Praça do Viva
 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Arquivo do blog