Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Vão-se os anéis . . . ... ficam os dedos!

Esse é um título sugestivo para o desfecho da novela: "E o abono voou..."

É isso mesmo! Além de não termos o tão falado ABONO, quase ficamos sem o nosso sagrado salário. Finalmente, não tivemos o abono e ainda amargamos a angústia de quase ficar sem receber no dia 21.

O pior é que temos que reconhecer que o Governo Federal realmente não enviou os recursos previstos, o que nos deixou sem argumentos frente à crise que se anunciava. De um montante previsto de quase dois milhões de reais, chegaram aos cofres municipais apenas cerca de quinhentos mil (veja gráfico abaixo em post anterior a este), conforme confirmamos nos dados oficiais do Ministério da Educação.

Havia um saldo de quase oitocentos mil reais (R$ 800.000,00) nos cofres do FUNDEB, o que possibilitaria um abono de cerca de quinhentos reais (R$ 500,00) para cada professor. Contudo, com a redução do repasse, o saldo fora utilizado para complementar os recursos para pagar a folha que, segundo a prefeita Danúbia Carneiro (foto), só foi possível devido à realocação de recursos diversos para o pagamento dos servidores.

E quanto ao abono, a prefeita não descartou a possibilidade. Contudo, isso será discutido mais adiante, em fevereiro ou março.

Em meio aos embates, avanços e retrocessos, a equipe do Sindicato fora alvejada por críticas vorazes por parte seja daqueles defensores da administração pública, pois acreditavam que estávamos cometendo excessos, seja por parte de pessoas de outros grupos políticos que, de certa forma, esperavam ataques mais incisivos do Sindicato ao Poder Público Municipal.

Procuramos não cometer excessos e nem agir com apatia. Agimos com o máximo de prudência e firmeza possível (marca presente desta gestão do Sindicato).

Não conseguimos avançar em alguns pontos, como a não nomeação dos servidores que passaram no concurso, além do não pagamento do abono. Mas conseguimos mostrar mais uma vez a força do SINDCHAP em mobilizar a opinião pública no sentido de garantir os direitos e as conquistas dos servidores públicos municipais. A cidade como um todo encontrava-se à espera de um desfecho positivo e de informações da comissão do Sindicato.

A Prefeita Danúbia reconheceu que o não pagamento dos salários no dia 20 ocasionaria uma crise no município de Chapadinha. Afirmou, ainda, que não gostaria de ser protagonista desse acontecimento, por isso resolveu fazer sacrifícios e pagar a folha.

Talvez em outros tempos não se teria esse cuidado todo em desgostar os servidores. Graças à atuação eficiente do SINDCHAP em toda essa situação, além das demonstrações de insatisfação, seja de pessoas de grupos políticos diversos, seja do próprio grupo político da prefeita, houve o pagamento dos salários conforme o costume.

A senhora prefeita afirmou, ainda, que tem passado a ver com outros olhos a pressão do SINDCHAP e da sociedade sobre sua gestão. É isso mesmo! Reconheceu que o Sindicato adota posturas coerentes e que, dessa forma, consegue contribuir com seu governo.

O SINDCHAP tem se tornado, cada vez mais, uma voz eloquente de expressão das angústias e das demandas dos movimentos sociais e da população em geral. Por isso, ouvir e dar crédito à voz do Sindicato é um ato de sapiência da gestão.

Enfim, o SINDCHAP se põe à disposição da sociedade no sentido de possibilitar-lhe voz e vez na luta por melhores dias em nosso município.
Por: Jânio R. Ayres Teles
SECRETÁRIO GERAL
SINDCHAP

Receitas de Chapadinha (MA) - Janeiro/2010


Desmatamento ilegal no Baixo Parnaíba maranhense

Desmata-se de forma ilegal em Anapurus, Urbano Santos e Santa Quitéria
Quem almeja o palato de uma empresa como a Suzano Papel e Celulose deve passar na comunidade de Currais, município de Mata Roma (distante 30 km de Chapadinha), e inteirar-se sobre a chapada de mais de 20 mil hectares, entre os povoados dos Macacos, Prata, Veredas e Formiga, município de Anapurus, Baixo Parnaiba maranhense.

O discurso da sustentabilidade proveniente da Suzano e de suas empresas de consultoria pouco altera um fato no Baixo Parnaiba maranhense: desmata-se de forma ilegal em Anapurus, Urbano Santos e Santa Quitéria.

O senhor Valcimar, morador dos Currais, relanceou a informação, de um morador de uma das comunidades vizinhas ou mesmo alguém que se informara por outrem, que a Suzano quer desmatar quase dez mil hectares da Chapada para depois plantar eucalipto. Caso isso seja verdade, o tamanho da área implicaria em licenciamento por parte do Ibama e não por parte da Sema (Secretaria de Estado do Meio Ambiente).

Implicaria em estudo de impacto ambiental. Implicaria em tornar público em meios de comunicação. Implicaria em comunicar as comunidades vizinhas. Nada disso foi feito. Outras irregularidades cometidas pela empresa: entre 2008 e 2009 foram permitidos os cortes de mais de cinco mil bacurizeiros para serrarias e que boa parte dessas áreas são terras do estado.

Em Urbano Santos
A empresa já avisou moradores do povoado Bebedouro para cortarem o máximo de bacurizeiros possíveis porque ela vai desmatar as suas áreas e, anteriormente, ela tentou começar um desmatamento na Boa União só que a comunidade impediu.
Por: Mayron Régis - www.forumcarajas.org.br
Imagens meramente ilustrativas

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

SindChap - CONVOCATÓRIA

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Chapadinha (SindChap) - Convida a todos os Sócios da Entidade para uma Assembléia Geral Extraordinária a ser realizada nesta sexta-feira, dia 22 de janeiro do ano em curso, às 17h, na sede da Entidade. Certos de contarmos com a presença de todos e todas, nossas saudações sindicais.
Neldan Rocha
Presidente

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

O POLÊMICO VIADUTO DO ANGELIN

Por Herbert Lago Castelo Branco (foto) - Poeta e Escritor Chapadinhense
A entrada de Chapadinha e os buracos nas principais ruas e avenidas são alvo de várias matérias, críticas e cobranças de moradores, e até hoje nenhuma providência foi tomada.

A cada dia os buracos, que vem se transformando em crateras, causando riscos para motoristas e motociclistas, são protagonistas de um capítulo polêmico.

Isso se deu quando um leitor do Blog da TV Mirante sugeriu, em um comentário, à prefeita de Chapadinha, Danúbia Carneiro, a construção de um viaduto na entrada da cidade, batizado de Viaduto do Angelin.

A proposta provocou reações duras entre o editor do Blog e o vereador de direita, Marcelo Menezes, como era previsível. Entretanto, como em outras passagens do capítulo, “foi uma no cravo e outra na ferradura”. Mas terminou um pedindo desculpas para o outro.

Por enquanto, o confronto é essencialmente doutrinário, abstrato, até porque, ao descer para a vida real, para as ações de governo, nota-se o contraste entre o que é implícito no sloganCONTINUIDADE E DESENVOLVIMENTO” e as diretrizes da administração da prefeita Danúbia Carneiro. Enquanto a sociedade clama por melhorias nas vias públicas, saneamento básico, por um serviço de saúde eficiente e de qualidade, a realidade do desgoverno de Danúbia Carneiro ruma no sentido contrário.

Danúbia e Magno poderiam produzir políticas práticas que atenuassem a contradição entre a continuidade e o desenvolvimento, mas preferem fabricar discursos e ilusões para excitar sua platéia.

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Baixo Parnaíba será beneficiado com convênio que regularizará terras quilombolas do MA

Imagem meramente ilustrativa
As áreas estão localizadas em vinte e cinco municípios maranhenses.
Cerca de 3.250 famílias residentes em 50 áreas públicas ocupadas por comunidades quilombolas serão beneficiadas pelo convênio firmado entre o Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma-MA) e a superintendência Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que visa regularizar áreas, presumivelmente do Estado, ocupadas por comunidades quilombolas no Maranhão. O Iterma é um órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário (Sedagro).

A regularização fundiária das terras quilombolas vai passar por sete etapas: levantamento cartorial das áreas, cadastramento das famílias, procedimentos administrativos de arrecadação, vistoria nas comunidades, georreferenciamento das áreas, mobilização e sensibilização e, por último, titulação das áreas.

Integrará também os comitê integrantes dos movimentos sociais que defendem os direitos das comunidades quilombolas no Maranhão, como a Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos (Aconeruq), Centro de Cultura Negra, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Maranhão (Fetaema) e a Sociedade Maranhense de Direitos Humanos (SMDDH).

As áreas estão localizadas nos municípios de Alto Alegre do Maranhão, Bacabal, Bacuri, Brejo, Cajari, Cândido Mendes, Cedral, Central do Maranhão, Guimarães, Humberto de Campos, Magalhães de Almeida, Mata Roma, Mirinzal, Olinda Nova do Maranhão, Palmeirândia, Pedro do Rosário, Penalva, Peri-Mirim, Porto Rico, Presidente Juscelino, Presidente Vargas, Santa Rita, Serrano do Maranhão e Viana.

O valor do convênio é superior a R$ dois milhões e vigora até 30 de novembro de 2010.
Fonte: Secom

Difusora no ar com nova administração

Desde o último sábado, 16, a TV Band que estava no ar há quase cinco anos teve suas transmissões interrompidas.

A retirada do ar se deu devido uma transferência de canais, onde a rede Canção Nova, que ocupava anteriormente o canal 7, hoje ocupado pela TV Mirante, passou a transmitir seu sinal no canal 9, usado até então pela TV Band administrada pela empresa Leal e Associados.

Os dois canais pertencem ao município e as mudanças são resultado da intervenção de sinal de várias emissoras pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicação), iniciada em abril de 2009.

A TV Difusora, canal 12, voltou a suas atividades normais já sobre a administração da empresa Leal e Associados.

A programação local que vinha sendo feita pela equipe de jornalismo da TV Band, que ao longo dos anos se destacou por sua credibilidade e competência editorial será prosseguida na TV Difusora.

O programa Canal Aberto News, um dos telejornais com maior tempo no ar no estado do Maranhão e maior audiência em Chapadinha, continuará a ser exibido, porém, em novo horário a ser definido pela direção da emissora.

A Leal e Associados comunica a todos os seus clientes que no mais, nenhuma alteração será feita e, que o compromisso com o telespectador e anunciante será mantido com total respeito, como outrora vinha sendo na extinta TV Band.
Por: Antenor Ferreira - www.bloginterligado.com.br

Chapadinha vai ganhar ambulâncias e novas unidades de atendimento

Chapadinha conta hoje com três ambulâncias novas e uma que está sendo recuperada. Dentro de alguns dias o município poderá contar com mais ambulâncias, inclusive com o SAMU - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – tão sonhado por todos.

Além das ambulâncias, a saúde de Chapadinha será contemplada com mais um Posto de Saúde e uma UPAUnidade de Pronto Atendimento, que irá desafogar a emergência do Hospital Regional Antonio Pontes de Aguiar (HAPA), que recebe pacientes de todos os municípios da Região.
Matéria resumida. Leia-a na íntegra no Blog TvMirante

Hospitais de Chapadinha com muitos pacientes de fora

Nas últimas semanas os hospitais HCC e Pontes de Aguiar (HAPA - foto), têm recebido um número de pacientes acima do normal. No HCC, além do grande número de mulheres que vão para ter bebê (a maioria de outros municípios), há um grande número de crianças com viroses (gripe, febre, vômito, dor de cabeça, etc).
No HAPA, um dos setores mais procurados ultimamente, é o de ortopedia. Tem determinados dias da semana que o número de pacientes atendidos passa dos 80.

Segundo o técnico de imobilização Valmir, mais de 70% dos pacientes vem de outros municípios como Anapurus, Mata Roma, São Benedito, Urbano Santos, Vargem Grande, Santa Quitéria, São Bernardo, Brejo. Já foram registrados pacientes vindos até de Itapecuru e Barreirinhas, que ficam mais distantes, disse Valmir.

Só na última sexta-feira (15), foram feitos 109 raios-x em pacientes das mais diversas localidades vizinhas a Chapadinha.

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Sai Band, entra Canção Nova

Até março do ano passado, Chapadinha contava com 5 canais de TV locais: Globo/Mirante, SBT/Difusora, Record, Band e Canção Nova. Hoje, depois de muito vai-e-vem, vira-e-mexe, entra-e-sai, ficamos apenas com dois canais: A Mirante e a Canção Nova.

A Mirante que era canal 3 foi para o 7, que era ocupado pela Canção Nova, que transmite programação da Igreja Católica.
A Canção Nova agora ocupa o canal 7, que até sábado passado, era ocupado pela TV Band, que passa a ficar fora do ar a partir desta data. A BAND tinha programação local. A Canção Nova não tem. A população aguarda agora, a reentrada no ar, do SBT, que tem concessão para funcionar no canal 12.

Arquivo do blog