INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Star Drinks

Star Drinks

Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

sábado, 1 de fevereiro de 2014

Prefeitura de Chapadinha Inicia Construção de Novo Poço Artesiano na Rua do Sol

As obras começaram na manhã desta sexta (31.Jan.)

A prefeitura de Chapadinha começou na manhã desta sexta-feira (31.Jan.) a construção de um poço artesiano na Rua do Sol - bairro Caterpilla, que vai fornecer água para centenas de moradores daquele local. A construção do poço foi uma determinação da prefeita Belezinha devido o problema de abastecimento naquele local.


Na quinta-feira (30) os secretários de Assistência Social, Paiva, e Transportes, Josimar, estiveram reunidos com os moradores para tratar do assunto e da distribuição de água por meio dos carros pipa, que é feita através de uma parceria com Defesa Civil Estadual.

Paiva destacou a preocupação do executivo que visando atender os anseios da comunidade determinou imediatamente a perfuração do poço. Enquanto isso, um plano emergencial foi montado para que os moradores não fiquem sem água. “Viemos conversar com a comunidade para ouvi-los e trazer notícia de que as obras de construção começarão imediatamente. Nesse período, os carros pipa farão o trabalho emergencial distribuindo água nas casas, e onde o carro não consegue trafegar, serão montados quatro pontos estratégicos para que todos moradores sejam beneficiados”- declarou Paiva.

Para o lavrador Jose de Sousa Oliveira, o momento é de alegria e festa. “Esse poço vai mudar a vida do bairro, pois necessitamos muito. É uma grande melhoria. Ficamos felizes e satisfeitos”- disse ele.

O secretário de Infraestrutura, Aluízio Sousa, esteve na tarde desta sexta-feira (31) acompanhando o início das obras e segundo ele, caso não haja nenhum imprevisto com relação ao terreno, como pedras ou pedregulhos, a previsão é de que no máximo em 15 dias o poço seja entregue à comunidade. “Como o outro poço não teve recuperação, e a água era salitrada, estamos construindo esse com mais de 200m de profundidade, que proporcionará aos moradores água de qualidade. Tudo isso em um curto espaço de tempo"- frisou o secretário.



PUBLICIDADE



quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

Serviço de Inteligência da PM/Chapadinha Recupera Mais Uma Moto Tomada de Assalto em Vargem Grande



Mais uma moto que foi tomada de assalto é recuperada pelo trabalho de serviço de inteligência da Polícia Militar de Chapadinha.

Na noite desta quarta-feira (29) por volta das 22h, através de denúncia anônima, e em uma abordagem feita pelo serviço velado, foi recuperada um moto modelo FAN, a mesma foi tomada de assalto no início do mês de dezembro último, no Povoado São Gonçalo, município de Vargem Grande-MA.

Proprietário da motocicleta 

O proprietário da motocicleta, o lavrador C. A. C.,  que pediu para não ser identificado, esteve em Chapadinha para recuperar o veículo. Ele falou com o titular do Blog (Alexandre Cunha), "Estou muito feliz, sou pobre, a gente trabalha pra comprar uma motinha dessa, aí vem uns bandidos e levam de graça, quero agradecer aos policias que conseguiram recuperar minha moto, muito obrigado" - disse o lavrador.


PUBLICIDADE



Noticiário da Paróquia de Chapadinha

Foto da construção da nova igreja de Nª Sª de Lurdes - 
na Comunidade (bairro) RECANTO DOS PÁSSAROS

1. Está a decorrer no CBNET, na nossa Paróquia de Chapadinha, a XXVIII Assembleia de Pastoral Familiar do Regional NE. V - que inclui todo o Maranhão. Presentes vários casais de todas as Dioceses do Estado e D. Valdeci. A Assembleia tem como Tema: “Família, como transmissora e educadora da Fé” e como lema: “Crê no Senhor Jesus e serão salvos tu e tua casa” (At.16,31) Damos as boas vindas a todas as pessoas presentes e estamos muito gratos por trabalho tão importante que se realiza na nossa paróquia.

2. No último dia 23, foi roubada da garagem da Casa Sacerdotal, a moto que o Pe. Casimiro costumava usar nas viagens ao interior. Lamentamos o fato e pedimos a Deus que nunca se descubra quem foi o ladrão. Até hoje não se sabe do seu paradeiro. Apenas se sabe que foi visto um jovem nas mediações, na hora do roubo. Era alto, magro e negro. Embora algumas pessoas tivessem telefonado para a Polícia, esta não apareceu. O roubo ocorreu entre às 20h45 e às 21h.

3. Semana passada foi colocado o primeiro radiê nas paredes da capela de Nª Sª de Lurdes - Comunidade (bairro) Recanto dos Pássaros; Ainda não marcamos o dia da inauguração do Centro Catequético na comunidade de Santo Antonio por faltar assentar um portão que a comunidade mandou fazer. Também já estão na capela o sacrário e o pedestal para a comunidade ter o Santíssimo.

4. Transcrevemos neste número do boletim ( Clique aqui... ) a Carta dos senhores Bispos do Maranhão sobre a situação de violência que se está gerando por todo o lado. Pedimos que se leia a carta nos encontros que se fizerem. No próximo dia 2 de Fevereiro, faremos nossa manifestação a começar às 18h30, junto da Igreja Matriz. A caminhada silenciosa e à luz de velas terminará com a celebração Eucarística na Matriz.

As pessoas que não puderem vir participar, podem, a essa mesma hora, acender uma vela numa janela ou em frente de sua casa e terem também um tempo de oração e reflexão. Durante essa manifestação serão feitas algumas paragens para escutar partes de um relatório resumo do inquérito feita em semanas passadas em todas as comunidades, movimentos e pastorais da Paróquia na cidade. Queremos, com este gesto, marcar nossa atitude em defesa da justiça e da paz na Paróquia e no Estado.

5. No último dia 19, ocorreu bem a Reunião de Pastoral em que foram comunicadas as conclusões da reflexão dos grupos sobre o inquérito feito. Predomina a análise dos efeitos de uma cultura de dependência que nos foi imposta pela colonização, escravatura, coronelismo... Isso nos leva a desprezar a dimensão social da fé e a nos deixarmos arrastar pela fama de pessoas ricas ou que se fazem influentes. Há também uma forte crítica à classe política (...) Muita gente se queixa de titulares de Instituições Públicas que são “empregados QQ”, isto é, que trabalham só Quarta e Quinta - ou Quando Querem. Quando mais são precisos, estão ausentes da cidade.

6 - Vamos começar a falar da Catequese. Desejamos que as famílias inscrevam seus filhos na catequese e participem das reuniões. Todas as comunidades farão as matrículas.

7. O seminarista Francisco Mário continua no Hospital em situação nada boa. Já lhe foi feito o diagnóstico e mandado vir o remédio. Por enquanto, sua situação não é agradável. Viajaram também para Portugal, para se sujeitarem a tratamento médico, as Irmãs Criaditas dos Pobres: S. Pedro e Rosa.

8. Semana passada foram visitadas as comunidades de Santa Maria do Ercílio, Bom Jesus da Judite, Boa Hora do Nezinho, Estiva, Matinho, Conceição do Gaspar e Centro Velho.

Veja mais fotos da construção da nova igreja de Nª Sª de Lurdes na Comunidade (bairro) RECANTO DOS PÁSSAROS:
















............   *    ............


PUBLICIDADE



MAGALHÃES DE ALMEIDA: Polícia Prende Homem por Porte Ilegal de Arma de Fogo


Policiais Militares do 6º Pelotão da 4ª Companhia PM Independente efetuaram na madrugada desta quinta-feira (30), prisão por porte ilegal de arma de fogo, no município de Magalhães de Almeida - distante 156 km de Chapadinha.

Foto: Blog do Alexandre Cunha

O conduzido, José Antônio Ribeiro, de 66 anos (Foto), portava um revólver cal. 38, marca Taurus, de numeração 00226909, com 06 (seis) cartuchos, além de 01 (uma) faca peixeira. Foi dado voz de prisão e conduzido à Delegacia Regional de Chapadinha, para providências. "Zezinho", como é conhecido, já cumpriu pena no estado do Piauí.

A prisão foi realizada na Rua Celestino C., Centro da cidade, durante abordagem em bar local.

Com informações do Blog do Alexandre Cunha



PUBLICIDADE



ARTIGO: Agronegócio no Maranhão Produz Novo Tipo de Escravos

Cerrado ainda intacto em Urbano Santos (localidade de Bebedouro)

Situação seria reflexo dos conflitos socioambientais provocados pela atuação da Suzano e de produtores de soja do Centro-Sul que se instalaram no Baixo Parnaíba.

Por Ribamar Mesquita - Agencia ProdeTec

A conclusão é de um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Maranhão ao analisar os conflitos socioambientais na região leste do Estado provocados pela atuação da empresa Suzano e de produtores de soja do Centro-Sul que se instalaram no Baixo Parnaíba. Sem condições de se manterem como camponeses, os chamados escravos do agronegócio se sujeitam a trabalhar como assalariados sob condições em que leis e direitos humanos elementares são desrespeitados.

Mais do que isso: a região estaria diante de um quadro de extermínio de práticas e cultura de grupos locais, caracterizado pelo contínuo ataque à economia e sobrevivência das famílias, pela agressão às regras tradicionais da comunidade e o desaparecimento dos ecossistemas locais com todos os seus recursos, como constatado no trabalho.

Para os pesquisadores, a situação pode ser interpretada como um etnocídio, desde que no caso do Leste Maranhense "há um processo lento de apagamento físico e cultural desses grupos, que se desenvolveu ao longo das últimas décadas e, sobretudo, nos últimos sete ou oito anos, em dezenas de municípios da região".

Coordenada pela professora doutora Maristela de Paula Andrade, a equipe responsável pela pesquisa, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFMA, reuniu 20 profissionais entre pesquisadores e colaboradores.

O trabalho em campo foi desenvolvido entre janeiro e agosto de 2011 e abrangeu visitas e entrevistas com centenas de pessoas de 41 povoados localizados, sobretudo, nos municípios de Urbano Santos, Santa Quitéria e Mata Roma.

Situação de vulnerabilidade

De acordo com o trabalho, a ampliação das áreas de cultivo de soja e de eucalipto no Baixo Parnaíba não representa propriamente melhores condições de vida às famílias da região. Pelo contrário: significa uma grave ameaça à sua reprodução material e social.

O desmatamento de vastas chapadas, o advento do arame farpado cercando amplas áreas antes livres, a morte e degradação de nascentes, rios e riachos, a proibição de criar animais soltos, além de caracterizar um quadro de injustiça ambiental, resultaram em vulnerabilidades para as famílias.

Para os pesquisadores, essa ação devastadora afeta de forma significativa a comunidade, sua organização social e econômica, sem falar nas variadas formas de constrangimento e de violência simbólica a que estão submetidas.

A devastação afeta, igualmente, outras áreas do Estado desde que a região funciona como verdadeira caixa d'água para abastecimento das bacias hidrográficas dos rios Parnaíba, Munim e Preguiças, entre os principais do nordeste e leste maranhenses.

Na localidade de Todos os Santos, município de Urbano Santos, sede de um dos projetos da Suzano, o quadro já é de desolação. A exuberância antiga do cerrado e das veredas/brejos transformou-se em mera lembrança após o desastre social e ambiental decorrente da chegada do eucaliptal hoje pertencente à Suzano Celulose e Papel.

A lagoa seca no leito do riacho Chibé, consequência da eliminação das nascentes, provocada pelo plantio do eucalipto, retrata o comprometimento da biodiversidade local onde as dificuldades das famílias chegam ao ponto de não terem acesso à água para uso doméstico.

Juntos e separados

A situação na área é de bipolaridade, em que dois grupos distintos vivem juntos e divergem sobre praticamente tudo. De um lado, o agronegócio da celulose (representado pela empresa Suzano) e da soja, a cargo dos 'gaúchos' (denominação comum aos produtores de grãos não nativos). Do outro, camponeses (pequenos produtores, sem terras. extrativistas, quilombolas etc.) que, historicamente, ocuparam a região.

Conforme o trabalho, os relatos dos impactos causados às famílias e ao meio ambiente pelo agronegócio chegam a ser dramáticos dada a situação de vulnerabilidade pela qual muitos passaram a vivenciar a partir da supressão das matas, da extinção de recursos hídricos e do impedimento à criação de animais, fatores imprescindíveis à organização social e econômica das comunidades.

"Os registros – afirmam os pesquisadores - nos permitiram apreender a importância e o significado de muitas paisagens do bioma cerrado para os camponeses, bem como acessar os diferentes ambientes onde vivem e trabalham e que asseguram sua reprodução material e social".

Na opinião dos estudiosos, a turbação desses ambientes implicam dramáticos desdobramentos para as famílias que vivem neles e dependem de seus recursos hídricos, vegetais e animais.

Resistência

Ao longo de décadas, esses recursos eram usados de forma aberta, acessíveis a todos, com o aspecto conservacionista respeitado pela maioria, o que assegurava a manutenção das chapadas, nascentes e riachos agora suprimidos pela Suzano e produtores de grãos. Em alguns casos, a resistência dos camponeses venceu a insensibilidade do capital, como na Lagoa do Bom Jesus, onde a Suzano desativou instalações a partir da reação de seus moradores preocupados em preservar os recursos necessários e indispensáveis ao seu modo de vida.

Para alem do pessoal da Lagoa, a luta desses camponeses se espalha por outras comunidades igualmente preocupadas com a preservação do ecossistema dos cerrados em toda a sua extensão, praticando "a sustentabilidade a partir da sua lógica cultural, que conserva os recursos não apenas porque dependem deles, mas porque mantêm uma relação com essas águas para além do uso econômico".
Segundo os pesquisadores, esse tipo de preocupação não permeia o trabalho da Suzano e dos chamados gaúchos que já interromperam a passagem de cursos d'água, aterram outros tantos construção de estradas ou implantação de cultivos.

O que para camponeses significa fonte de sobrevivência, para esses atores são apenas obstáculos aos seus empreendimentos. A forma como agem, longe de se caracterizar como 'desenvolvimento e modernidade' – como propalado - é, na verdade, uma fonte de malefícios para o meio ambiente e milhares de famílias presentes há séculos na região.

--A forma como comprometem essa organização social e econômica representa uma demonstração de racismo ambiental, já que desrespeitam o modo de vida dos camponeses da região, por considerá-los como a materialização do "atraso", acentua o documento.

Paradoxalmente, os supostos 'atrasados' é que empreendem ações voltadas para a defesa e preservação dos recursos naturais e do ecossistema do cerrado do Leste Maranhense, chegando mesmo a socorrer os atores do agronegócio.

Em muitas situações os pesquisadores constataram que "é justamente nesses ambientes conservados ou produzidos pelas famílias camponesas, tidas como "atrasadas", onde os carros pipas a serviço da Suzano buscam a água necessária às suas atividades".

Devastação ampla

Conforme o trabalho, o avanço da soja e do eucalipto no Leste Maranhense deixa um rastro de devastação ampla nas chapadas e a extinção de muitas espécies da fauna e da flora. A consequência imediata do desaparecimento de plantas como pequizeiros, bacurizeiros e buritizeiros, relevantes como fonte de sustentação das famílias, é a desorganização econômica de comunidades pelo comprometimento de suas opções extrativas.

Em muitos pontos da região, a exemplo do Baixão da Coceira, em Santa Quitéria, a resistência à devastação transforma comunidades inteiras em rés, na Justiça, acusadas de invasão pelos empresários. Lá, eles rechaçaram as tentativas de derrubada do cerrado para plantio de eucalipto e mantêm programas de defesa e manejo do bacuri, uma árvore nativa que acabou como símbolo da resistência camponesa na região, dada a sua relevância econômica e como fonte alimentar para as famílias.

Para a empresa e os gaúchos, entretanto, o bacurizeiro e os demais recursos vegetais do cerrado, são apenas estorvos a seus empreendimentos, daí o ataque sistemático e permanente à sobrevivência da economia camponesa, "envolvendo – como dizem os pesquisadores -- atos constantes de subversão das regras tradicionais, desaparecimento de ecossistemas com todos os seus recursos, processos estes vividos pelos camponeses como uma situação de humilhação contínua".

Para acessar o trabalho e saber mais sobre os conflitos: http://www.ppgcsoc.ufma.br.


PUBLICIDADE



terça-feira, 28 de janeiro de 2014

CHAPADINHA: Prefeitura Implantará "Projeto Alimentar II" no Povoado Poções



Com o lema "Ensinar o homem do campo a trabalhar com as novas tecnologias e assim aumentar a produtividade" - a prefeita Ducilene Belezinha e sua comitiva percorreram quase 40 quilômetros de estradas vicinais para apresentar aos moradores do povoado Poções, o projeto Alimentar II. O encontro com a comunidade aconteceu na última sexta-feira, 24 e contou com a participação dos secretários de infraestrutura, Aluízio Santos, de comércio, Alan Monteles, assistência social, Francisco Paiva, agricultura, Carlos Borromeu, meio ambiente, Alex Cardoso, e do trabalho, Zezinho Lima, na oportunidade foram anunciados outros benefícios para a região.

Essa parte do município sempre foi muito esquecida a comunidade esperava há 60 anos por benefícios que nós estamos trazendo. Já estamos mostrando que não estamos com promessas, as estradas já estão contempladas e vamos começar assim que as chuvas pararem. Vamos fazer a ponte que os moradores tanto precisam e também estamos trazendo projetos acreditando na capacitação de nossos jovens. Queremos que a comunidade se envolva, plante e colha, pois estaremos aqui, para dá apoio incondicional”, disse a prefeita Ducilene Belezinha.


O projeto, que já é uma realidade no povoado da Mangabeira, foi implantado há pouco mais de 4 meses e, hoje, a comunidade já colhe os frutos do empenho e dedicação. No local já estão sendo cultivadas hortaliças, verduras, legumes e aves e tudo em um pequeno espaço que foi utilizado em forma circular para se aproveitar cada pedaço do terreno.

Resultado de um trabalho em parceria iniciado pela prefeitura de Chapadinha através das secretarias de agricultura, Assistência social, obras e também moradores da região.

A implantação desse projeto é uma vontade da prefeita Belezinha que deseja estimular a produção no campo com orientações e acompanhamento técnico. A primeira etapa é capacitar 15 alunos da região, que já começa a partir de março. O curso vai ter duração de 3 meses. Nosso objetivo é implantar 10 projetos, só este ano, e até o do primeiro semestre, queremos desenvolver mais 4. Temos um governo envolvido que conta com a participação de todas as secretarias desde a qualificação, oficialização do negócio e venda”, disse o secretário de assistência Social, Francisco Paiva.


A ideia é levar conhecimento com orientação técnica e apoio do poder público na área da produção rural.

Mudança na rotina dos moradores que há muitos anos esperavam por esta oportunidade.

Moro nessa região há 38 anos e nunca conseguimos acolhimento do poder municipal, mas agora a coisa é diferente. A prefeita veio aqui e garantiu os benefícios. A comunidade vai abraçar esse projeto com alegria a atenção que estamos tendo hoje, nunca tivemos no passado. Com o apoio da prefeita nossa vida vai mudar para melhor”, comemorou a moradora Maria Domingas Marques dos Santos.

Para a implantação do projeto, a prefeitura vai capacitar os moradores através do curso de horticultura do PRONATEC, serão 15 alunos que se tornarão multiplicadores do saber para as 34 famílias da região. E além da capacitação, para otimizar os trabalhos, a prefeitura também fará um serviço de melhoria da estrada para facilitar o escoamento da produção.

E os benefícios não param por aí, até o final do primeiro semestre desse ano, a prefeitura vai recuperar os 37 quilômetros de estradas que ligam Poções a Chapadinha.


O projeto de construção da estrada que vai beneficiar os moradores dessa região já foi contemplado e já está em processo de licitação. A região do Areal sempre foi uma região esquecida pelas gestões anteriores. Mas quando assumimos a secretaria de infraestrutura, a prefeita pediu que trabalhássemos por essa região e até junho as estradas que beneficiarão os povoados Poções, Tutanguira, Escondido, Deserto, Cocal, Gavião, Conceição do Loro, Bom Princípio e Bacabal dos Quitérios serão iniciadas. De imediato já vamos perfurar o poço no Bom Princípio”, anunciou o secretário de infraestrutura, Aluízio Santos.

Dona Esmeralda acompanhou atentamente a tudo que foi dito na reunião e ficou satisfeita com o que ouviu da prefeita Belezinha, que foi pessoalmente anunciar os projetos para a região.

Estou nessa região há 58 anos e vários prefeitos passaram por aqui com muitas promessas, mas nunca fizeram nada aqui. Agora a prefeita Belezinha veio aqui e garantiu os serviços e eu acredito nela”, afirmou a lavradora Maria Esmeralda.

O povoado Poções foi escolhido para receber a segunda etapa do projeto Alimentar devido a sua localização, às margens do Rio Preto facilitando o trabalho de irrigação para a lavoura.

Para implantarmos projetos como estes precisamos aproveitar bem os recursos naturais, o primeiro ficou às margens do Rio Munim, o segundo ficará às margens do Rio Preto. O sucesso do projeto dependo de um conjunto de fatores: apoio do poder público, e isso já tem; envolvimento da comunidade e estradas para dá escoamento à produção, o que já foi anunciado que será feito. Portanto acreditamos que essa iniciativa tem tudo para dá certo e assim proporcionarmos melhores condições de vida para a população rural de Chapadinha”, disse o secretário de agricultura, Carlos Borromeu.

Ascom/PMC
Fotos: Kim Pereira


PUBLICIDADE



Magno Bacelar Volta à Suplência de Deputado

Victor Mendes retoma o mandato ocupado até o fim de 2013 pelo suplente 
Magno Bacelar (PV - foto acima), vice-líder do Governo

O deputado estadual Victor Mendes (PV) deixará nesta quarta-feira (29) a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (SEMA). A informação foi dada em primeira mão pelo jornalista Jorge Aragão (veja), e mais cedo confirmada pela Casa Civil. Ele disputará uma vaga na Câmara Federal.

Para o lugar de Victor Mendes assumirá a chefe da Assessoria de Planejamento e Ações Estratégicas da pasta, Genilde Campagnaro, que é concursada. Genilde é da cota do deputado federal Sarney Filho (PV), que deverá disputar votos com Victor Mendes em Pinheiro.

Victor Mendes deixa a Sema

Victor é o primeiro de uma média de 10 secretários que deverão deixar a estrutura de governo para a disputa da eleição de outubro. Ele esteve reunido com a governadora Roseana Sarney (PMDB) na quarta-feira, quando falou da intenção de sair, e teve a sua exoneração confirmada na manhã desta segunda-feira (27).

Agora, o parlamentar retorna à Assembleia Legislativa e retoma o mandato ocupado até o fim de 2013 pelo suplente Magno Bacelar (PV), vice-líder do Governo.

Até o dia 31 os demais secretários que disputarão a eleição darão uma resposta a Roseana quanto as suas saídas.



PUBLICIDADE



segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

MATA ROMA: Polícia Investiga Tentativa de Homicídio

A 3ª Delegacia Regional e a 4ª Companhia Independente da Polícia Militar investigam um assalto e tentativa de homicídio na cidade de Mata Roma, que vitimou Erinelton Martins Garredo, de 33 anos.

De acordo com informações policiais, três homens armados em uma motocicleta abordaram a vítima na Rua Ceserino Alves Simões, no bairro Centro, naquele município. Os criminosos roubaram a motocicleta de Erinelton Martins, uma Yamaha de cor azul e placas NHS 7407 e dispararam dois tiros, que atingiram a vítima no abdômen e no peito.

Erinelton Martins foi encaminhado ao Hospital Antônio Pontes de Aguiar, em Chapadinha, onde foi submetido a um procedimento cirúrgico e permanece internado.

Os criminosos conseguiram se evadir do local e seguiram rumo ignorado. A polícia continua realizando incursões a fim de prender os criminosos.



PUBLICIDADE



CONFIRMADO: Em Encontro com Belezinha e Aluísio Santos, Kleber Verde Diz que Recursos para Construção da Nova Rodoviária e Ampliação do HAPA Estão Garantidos


Por: Ivandro Coelho - Blog Café Pequeno

Em sua visita a Chapadinha para acompanhar a prefeita Belezinha nas inaugurações de estradas na zona rural, o deputado federal Kleber Verde também entregou à gestora documentos confirmando liberação de recursos para duas obras importantes que vão afetar a vida de muitas pessoas em Chapadinha e região: a nova rodoviária e ampliação do Hospital Antônio Pontes de Aguiar – HAPA.

Clique na imagem para ampliá-la

Para a construção da nova rodoviária foram solicitados R$ 700.000,00 (setecentos mil reais) e R$ 1.000.000,00 (hum milhão de reais) para ampliação do Hospital Antônio Pontes de Aguiar – HAPA. Os recursos são provenientes dos ministérios da Saúde e Cidades, e já estão previstos no orçamento geral da união. O deputado Kleber Verde anunciou também que vai buscar recursos através de emendas para a reforma do Estádio Municipal Lucídio Frazão e para implantação de uma fábrica de ração em Chapadinha, a fim de incentivar a piscicultura no município.

Clique na imagem para ampliá-la

Na condição de presidente do PRB, partido da prefeita Belezinha, venho com satisfação ratificar o nosso compromisso de contribuir nesse momento com a atual administração, colocando recursos do orçamento da União, através de emenda parlamentar, para que Chapadinha se transforme numa cidade melhor”, disse o deputado.


Piscicultura e fábrica de ração

De acordo com o deputado Kleber, o Maranhão precisa melhorar seus índices e uma saída é investir na piscicultura. Para ele, como Chapadinha começa a despertar para essa atividade, uma fábrica de ração vai dar mais impulso à piscicultura no município, incentivando a criação e comercialização de peixes.


Eu e a prefeita Belezinha vamos juntos lutar para trazer uma fábrica de ração para Chapadinha com capacidade de três toneladas/hora e que custará algo em torno de três milhões de reais. É fundamental nós investirmos nisso, porque trata-se de uma possibilidade de melhorar a renda das pessoas. Além disso, como Chapadinha já tem soja, tendo a ração, logo logo terá o peixe”, declarou o deputado.

Para Kleber Verde, essa tarefa não será muito difícil, uma vez que a prefeita Belezinha é filiada ao seu partido, o PRB, que faz parte da base do governo federal e comanda o Ministério da Pesca. Além disso, segundo o deputado, Chapadinha vai receber um trator de esteira e uma escavadeira hidráulica - equipamentos que podem ser utilizados para construção de tanques escavados e, assim, viabilizar a criação de peixes pela população.

Durante o encontro, a prefeita Belezinha agradeceu o apoio dado pelo deputado Kleber Verde e disse que parcerias como essa são fundamentais para que o município consiga se desenvolver e a administração atingir seu objetivo, que é trazer o melhor para Chapadinha. “Essa parceria com o deputado Kleber tem sido muito importante para garantir, entre outras coisas, estradas, iluminação pública e sistema de abastecimento de água. Isso mostra o quanto ele quer ajudar o povo de Chapadinha”, disse a prefeita.

Já para secretário de infraestrutura Aluísio Santos, que também acompanhou Belezinha e Kleber Verde nas inaugurações, a visita do deputado a locais que há mais de 60 anos viviam isolados é um sinal de compromisso do parlamentar, bem como da prefeita e sua equipe de governo. “Temos muito a agradecer a uma pessoa que vem trabalhando incansavelmente pelo Maranhão e por Chapadinha”, disse o secretário.

*Ivandro Coêlho - é professor e jornalista.


PUBLICIDADE



CHAPADINHA: Dupla é Presa Acusada de Roubo no Bairro Recanto dos Pássaros


Maylson e Leonardo

Foram presos na tarde do último sábado (25) por volta das 16h, dois homens identificados por Maylson Garcês "Orelhão" e Leonardo "Jubileu". A dupla é acusada de terem roubado uma residência no bairro Recanto dos Pássaros.

A ação criminosa, aconteceu na madrugada daquele sábado, os ladrões haviam levados cadeiras, bicicletas, capacetes e outros bens. Todos os objetos roubados foram recuperados pela polícia.

Do ChapadinhaBLOG - com informações do blog da 4ªCI/PM


PUBLICIDADE



SÃO BERNARDO-MA: PM Prende Homem que Matou o Próprio Irmão com um Golpe de Faca


Por: Luiz Carlos Jr. - Blog CN1

Numa ação rápida da Policia Militar de São Bernardo do Maranhão - município distante 128 km de Chapadinha, prendeu em flagrante, o elemento Bernardo Silva Reis.

De acordo com os policiais, Bernardo assassinou o próprio irmão com uma facada no abdome. A PM não informou o motivo do crime.




PUBLICIDADE



CHAPADINHA: Regional de Polícia Civil Receberá 11 Investigadores e 03 Escrivães



Chapadinha ganhará 11 novos investigadores e 03 escrivães, que serão redistribuídos pela regional.

A delegacia Geral de Polícia Civil deu início nesta quinta-feira, dia 23, ao processo de distribuição dos 315 profissionais nomeados pelo Governo do Estado, pelos municípios do Maranhão. O quantitativo total foi dividido de modo a garantir que, com a conclusão do concurso público, as atividades de Polícia Judiciária possam atender à população de todas as cidades maranhenses.

A reunião ocorreu, durante todo o dia, no auditório da Secretaria de Segurança Pública (SSP), onde os assessores técnicos da Polícia Civil apresentaram aos aprovados as regionais e o número de vagas disponíveis em cada cidade. As superintendências de Polícia Civil da Capital (SPCC) e Estadual de Investigações Criminais (Seic), Corregedoria Geral, Superintendência de Crimes Funcionais (Scrif) e Núcleo de Inteligência estão recebendo o incremento de 101 investigadores, sendo que 51 foram nomeados do último concurso e 50 serão deslocados do interior para a capital.

Já a Superintendência de Polícia Civil do Interior (SPCI) recebeu terá, a partir já do próximo mês, 151 novos investigadores, os quais foram distribuídos em 16 delegacias regionais. Além dos investigadores, os nomeados para os cargos de Auxiliar de Perícia Médico Legal, Escrivão de Polícia, Farmacêutico Legista, Médico Legista, Odontolegista e Perito Criminal também puderam optar pelos locais de lotação.

Apenas as delegacias regionais de Caxias e Timon não receberão novos investigadores. Segundo a delegada Maria Cristina Resende, a distribuição obedeceu ao critério de classificação no certame e ainda levou em consideração um levantamento estatístico feito para identificar os índices de criminalidade por cidade e quais estavam sem a presença da Polícia Civil. A previsão é que, no máximo, quinze dias as novas equipes de policiais estejam tomando posse nos seus respectivos locais de trabalho, e reforçando as ações nas cidades do interior.

É uma determinação do secretário Aluisio Mendes que possamos suprir a demanda naquelas cidades que hoje são Comarcas e que não tem a presença da polícia. Esse incremento dará mais agilidade nas ações da Polícia Judiciária. Entendemos que esta é a forma pela qual podemos fazer a distribuição com total lisura e sem cometer nenhuma injustiça, e muito menos prejudicar ninguém”, comentou a delegada geral Maria Cristina Resende.

Hoje, cidades como São Luiz Gonzaga, Timbiras, Cedral, Olinda Nova, Bom Jesus das Selvas, São Raimundo das Mangabeiras e São Domingos do Azeitão, Joselândia, Igarapé Grande, que são comarcas, e que não tem a presença da Polícia Civil e receberão uma equipe de novos profissionais. 

De acordo com a Delegacia Geral, os novos investigadores foram distribuídos da seguinte forma: Rosário (2), Itapecuru- Mirim (04), Chapadinha (11), Codó (05), Pinheiro (24), Viana (12), Santa Inês (08), Zé Doca (15), Açailândia (10), Imperatriz (11), Balsas (10), São João dos Patos (08), Presidente Dutra (13), Pedreiras (07), Barra do Corda (08) e Bacabal (12).

Já os escrivães, no total de 67, serão deslocados para as regionais de Rosário (3), Itapecurum-Mirim (2), Chapadinha (3), Codó (3), Pinheiro (7), Viana (07) Presidente Dutra (13), Pedreiras (07), Barra do Corda (8) e Bacabal (12).

O primeiro colocado na classificação geral do cargo de investigador, George Miranda Castro, comentou que a possibilidade de escolher o local de exercer suas funções dentro da Polícia. “Passei muito tempo me preparando para este concurso público e estou ansioso para exercer minha função. É uma motivação a mais poder exercer nossas funções próximos de nossas casas”, declarou o aprovado.



PUBLICIDADE



CHAPADINHA: Belezinha, Aluísio Santos e Kleber Verde Inauguram 84 Km de Estradas na Zona Rural


Por: Ivandro Coelho - Blog Café Pequeno

Acompanhada do deputado federal Kleber Verde (PRB), do secretário de Obras Aluísio Santos, vereadores, empresários, assessores e todos os demais secretários municipais, a prefeita Ducilene Belezinha visitou ontem os povoados Lagoa dos Farias, Cumbre e Vacas, na zona rural de Chapadinha, para entregar à comunidade da região várias obras construídas com recursos próprios e também resultado de convênios firmados com os governos federal e estadual.

A principal delas foi a inauguração de 84 quilômetros de estradas construídas e recuperadas em locais que há mais de 60 anos de administrações anteriores nunca tinham recebido uma única estrada, o que deixava as pessoas daquelas comunidades em situação de total isolamento em relação à cidade de Chapadinha. Além do Cumbre, Vacas e Lagoa dos Farias, também foram beneficiados com estradas de qualidade os povoados Uncurana, Santa Maria do Graco, Capinal e Roncadeira.


Além das estradas, foi inaugurado no povoado Cumbre um poço artesiano com capacidade de 10 mil litros. No povoado Vacas, a prefeita Belezinha também entregou o sistema de abastecimento de água, com cerca de 4 mil metros de rede, beneficiando 34 famílias daquela localidade. Outro serviço oferecido foi a iluminação pública, que hoje atinge mais de 76 povoados da zona rural de Chapadinha. De acordo com a secretaria de obras, no povoado Capinal foi entregue ainda uma ponte de 14 metros.


É uma satisfação poder contribuir para a realização desse sonho, devolvendo a todos vocês o direito de ir e vir, bem como o direito à iluminação pública e também de acesso à água potável, coisas que meus antecessores em vários anos não fizeram”, declarou a prefeita. Em seu discurso, Belezinha agradeceu ao deputado Kleber Verde pelo apoio e também às pessoas das comunidades beneficiadas, que, segundo ela, ajudaram significativamente para que as obras acontecessem.


Já o secretário de obras Aluísio Santos, depois de também agradecer ao deputado Kleber Verde pela contribuição, parabenizou a prefeita Belezinha pelo esforço em realizar ações tão importantes em apenas um ano de governo. “A gente trabalhou intensamente para tornar esse sonho realidade, e a maior recompensa que podemos ter como membros deste governo é poder entregar à comunidade obras como essa, dando a oportunidade de as pessoas exercerem seu direito de ir e vir em qualquer estação do ano”, comemorou o secretário.


Para Kleber Verde, que é presidente do mesmo partido de Belezinha (PRB) e acompanhou a prefeita em todas as inaugurações, a melhoria do acesso a essas comunidades (e dessas comunidades à sede do município de Chapadinha) vai permitir aos trabalhadores rurais tirar proveito econômico de sua atividade - no caso a agricultura e a pesca. “É extremamente gratificante ver e comprovar que a prefeita Belezinha e sua equipe estão fazendo o melhor para Chapadinha. Essa estrada, além de melhorar o acesso e permitir a liberdade de ir e vir, vai também possibilitar aos trabalhadores rurais escoar sua produção, ampliando assim a renda e melhorando a qualidade de vida dessas pessoas”, destacou o deputado.

*Ivandro Coêlho - é professor e jornalista.


PUBLICIDADE



domingo, 26 de janeiro de 2014

CHAPADINHA: Arma de Fogo de Fabricação Caseira é Apreendida pela PM

Conduzidos


Antônio Pereira Leão Sousa e Sérgio dos Santos Sousa, ambos com 18 anos de idade, foram conduzidos à Delegacia Regional de Chapadinha por portarem, na BR 222, próximo à Vila Isamara, uma arma de fogo de fabricação caseira.

Prova material

Arquivo do blog