Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Telmo José Representa o MA na 5º Reunião do Fórum de Secretários Estaduais de Meio Ambiente da Amazônia Legal

Com a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica para a Educação Ambiental entre os Estados da Amazônia Legal e o Governo Federal, e a definição dos critérios e diretrizes para a descentralização da captação e alocação de recursos do Fundo Amazônia, no âmbito da Estratégia Nacional de REDD+, terminou no último dia 13, em Macapá (AP), a 5º Reunião Ordinária do Fórum de Secretários Estaduais de Meio Ambiente da Amazônia Legal.


O representante do Secretário de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Estado do Maranhão e agora Presidente do Fórum, Prof. MSc. Telmo José Mendes (foto) participou das discussões e avaliou o encontro como um grande avanço para a preservação ambiental de nosso estado.
 
Na reunião, que teve como tema central “Ciência e Tecnologia para a Conservação”, foram discutidas a colaboração dos Estados para o documento norteador da AmazonTech (evento de Ciência e Tecnologia paralelo ao Fórum), a assinatura de Acordo de Cooperação Técnica relativo à Educação Ambiental (Estados e Governo Federal) e, principalmente, o avanço das discussões sobre a Estratégia Nacional de REDD+ (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação), a partir de Força-tarefa específica instituída entre Amazônia Legal e Governo Federal, em setembro deste ano.


No primeiro dia do evento, o secretário de Estado do Meio Ambiente do Amapá, Grayton Toledo, proferiu palestra sobre o documento norteador para a elaboração da Carta do Amapá do Amazontech 2012 e sua interface com o Pacto da Amazônia para o Rio+20, quanto a Ciência, Tecnologia e Inovação, com olhar ambiental. À tarde, as discussões giraram em torno da Estratégia Nacional de REDD+ (reunião fechada dos secretários). Terça-feira, na 3ª Reunião da Força Tarefa, foram definidos os critérios e diretrizes para a descentralização da captação e alocação de recursos, no âmbito da Estratégia Nacional de REDD+.


Desde o ano passado, os estados da Amazônia Legal estão dialogando com o governo federal para que sejam inseridos na Estratégia Nacional de REDD+, que é trabalhada pela Secretaria Nacional de Mudanças Climáticas, órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Governo Federal e Estados chegaram a um consenso entre as propostas. A mesma dá ênfase ao Plano de Prevenção e Combate aos Desmatamentos na Amazônia (PPCDAM) e ao Cadastro Ambiental Rural (CAR) e ainda contempla todos os estados que integram a Amazônia Legal”, destacou o Prof. Telmo José Mendes.

O montante de recursos que poderão ser destinados à Estratégia Nacional de REDD+ pode chegar a R$ 1,5 bilhão por ano. A proposta foi encaminhada ao Governo Federal. Em relação à Educação Ambiental, o Acordo de Cooperação irá facilitar o acesso dos estados aos programas do governo federal e recursos, na área da Educação Ambiental.

Participam do encontro os representantes do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso e Pará. Os convidados de Rondônia, Roraima e Tocantins justificaram suas ausências.

REDD – A implementação de uma Estratégia Nacional de REDD+, é uma das prioridades das agendas ambientais dos Estados da Amazônia Legal no âmbito do Clima. O REDD+ é o mecanismo de Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação, aliado à conservação da biodiversidade, manejo florestal e aumento dos estoques de carbono (que representam o "+"), um dos instrumentos econômicos de conservação ambiental mais promissores na atualidade.
 
 
Com informações da Ascom/SEMA-MT e Blog do William

 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog