Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Política não pode ser processo diábolico. Tem que ser ação de caridade fraterna.

Há duas palavras que nossa gente não gosta de ouvir falar: política e diabo. Quando se pronunciam essas palavras, sobretudo na Igreja, tem gente que baixa a cabeça. Ainda não compreendi a razão, mas julgo que é pelo medo que elas sugerem. Mas se o diabo nos tenta para o mal, porque ele é adversário de Deus, política deve ser maneira de colaborar com Deus. Não pode ser obra do diabo. E, se o é, devemos trabalhar por evangelizar essa atividade. Não nos podemos acomodar nem desinteressar.

Política é alfaia, instrumento, maneira de organizar a sociedade, de realizar o bem comum. É atividade não para ser temida, mas para ser procurada. Não é preocupação de uma temporada. É exigência de participação para todos os momentos. Não é coisa a evitar. É compromisso a assumir, obrigatória colaboração a fazer. Não podemos viver alienados, distraídos do bem comum, deixando que alguns pretensos espertos nos substituam, mandando-nos calar e ser cegos perante o que eles fazem. Participar é ordem! Só assim somos cidadãos conscientes e responsáveis. Política não é ação a prazo, por época. É ação constante. Não é comércio de interesses individuais. É procura do bem comum. Não é processo de lucro individual em que o povo é apenas usuário ocasional. É esforço comunitário para o desenvolvimento da sociedade. Não é atividade diabólica. É virtude de caridade fraterna. Para isso, vamos cada mês saber quanto o nosso Município recebe. Não é segredo. Está publicado na Internet. Só não sabemos onde esse quantitativo é gasto. E poderíamos saber se a Prefeitura tivesse um site para nós consultarmos. Podemos perguntar: qual a razão que faz ser a Prefeitura tão desejada pelos grupos que procuram o poder? -Uma das razões é poder administrar quantias enormes de dinheiro e o povo fica desinteressado. Para que isso não aconteça começaremos a publicar quanto a Prefeitura de Chapadinha, recebe:

Em Novembro

Fundeb ........................... R$: 1.731.423,75 (Hum milhão, setecentos e trinta e um mil, quatrocentos e vinte e três reais, e setenta e cinco centavos)

Fundo de Participação: ................. R$: 1.440.654,63 (Hum milhão, quatrocentos e quarenta mil, seiscentos e cinquenta e quatro reais, e sessenta e três centavos)
Ao todo, de diferentes itens, o Município recebeu R$: 3.411.559,99 (Três milhões, quatrocentos e onze mil, quinhentos e cinquenta e nove reais, e noventa e nove centavos).
Fonte: Boletim Formativo e Informativo das Paróquias de Chapadinha e Mata Roma - Nº 35 - 07/Dez/2008 - Diretor: Manuel Neves - Diretor-Adjunto: Pedro José - Pastoral da Comunicação

Nenhum comentário:

Arquivo do blog