STAR Clinic

STAR Clinic

Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

Lojas Super Lar

Lojas Super Lar

Armazém Paraíba

Armazém Paraíba

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Alunos da Casa Familiar Rural (CFR) Produzem Farinha de Mandioca Durante Agritec de Chapadinha

Demonstração de produção de farinha por alunos da 
Casa Familiar Rural de Chapadinha durante a Agritec.

Quem nunca teve a oportunidade de ver de perto como a farinha de mandioca, tão presente na mesa dos maranhenses, é produzida teve a chance, na última Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) território Baixo Parnaíba, realizada no município de Chapadinha, de 1 a 3 de dezembro. A demonstração aconteceu em um espaço tecnológico, onde alunos da Casa Familiar Rural (CFR) de Chapadinha montaram uma casa de farinha. Com apoio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural (Agerp), da Regional de Chapadinha, eles produziram e comercializam farinha e outros produtos, chamando a atenção do público que visitou a feira.

O aluno Raimundo Siqueira Lima, do povoado Lagoa dos Farias, conta que os estudantes da CFR sempre participam das Agritecs, mas, em Chapadinha, foi a primeira vez que levam uma casa de farinha para mostrar como é feito o produto. “A gente está fazendo farinha de mandioca e, ainda, com a goma, fazemos o beiju (tapioca). Está sendo muito bom poder mostrar o que aprendemos durante as aulas”, disse ele durante a realização da feira.

Alunos da Casa Familiar Rural de Chapadinha 
produziram e comercializam beiju.

A CFR tem uma metodologia diferenciada, com a alternância de ensino. O aluno tem 15 dias de aprendizado na escola e os outros 15 dias aplicam o conhecimento assimilado na propriedade familiar. Além de ter acesso às disciplinas básicas do ensino médio, recebem conhecimento sobre agropecuária e agroecologia, o que permite a eles, filhos de agricultores familiares, uma formação técnica de qualidade.

Para o secretário de Estado de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, o incremento da participação dos jovens na agricultura familiar maranhense é reflexo da prioridade que o governador Flávio Dino tem proporcionado, em sua gestão, à participação de todos no desenvolvimento do Maranhão. “Estamos incentivando os jovens, em diferentes setores, para que façam parte do desenvolvimento do Maranhão e, na agricultura familiar, não é diferente, pois vemos a forte presença dos jovens agricultores que estão à frente da produção com o objetivo de resgatar a agricultura familiar”, disse o secretário.


O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, enfatizou a importância de consolidar parcerias, como a da CFR, para o jovem agricultor ter acesso às informações e permanecer no campo. “É um desafio muito grande manter o jovem no campo devido ao insucesso que a agricultura tinha, quando os jovens viviam apenas na roça de toco. Agora, o Governo do Estado tem apresentado novas tecnologias a esses jovens para dar perspectivas que os atraiam ao trabalho rural. A Agritec é uma dessas ferramentas para mostrar ao jovem que a agricultura gera trabalho e renda”.

A Agritec território Baixo Parnaíba foi promovida por meio de parceria entre o Governo do Estado, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e movimentos sociais.



Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog