Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

sábado, 15 de novembro de 2014

Professores da FAP/Chapadinha Participam do XVII ENDIPE em Fortaleza-CE


Um grupo de professores da Faculdade do Baixo Parnaíba-FAP, participaram esta semana - de terça (11) à sexta-feira (14) - do XVII ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino. Estiveram presentes: Nony Braga, Francinalda Araújo, Enir Lima, Neldan Araújo, Francilene Lima de Melo, Jacira Freire de Sousa, Auridéia Moraes, Anety Fonteles, Rosinalva Cardoso e Claudio José Rêgo (foto acima).

Professoras Anety Fonteles, Francinalda Araújo e Nony Braga

Com o tema: "A Didática e a Prática de Ensino nas relações entre a escola, formação de professores e a sociedade", o evento aconteceu em Fortaleza-CE, no período de 11 a 14 de novembro de 2014.



Segundo dia de atividades
Simpósio sobre as Práticas pedagógicas e processos avaliativos; 
professores pesquisadores: Antonio Germano, Joana Romanowiski e Bernard Charlot.


Nesta edição, o XVII ENDIPE se colocou como espaço de diálogo, que se propõe a direcionar o olhar para o trabalho docente na relação com o cotidiano das suas práticas, junto aos alunos e o coletivo institucional, as políticas de educação e a sociedade em que estão inseridos.

Enir Lima ladeada dos professores Vera Maria Candau e Miguel Arroyo


Iniciado no ano de 1979, o ENDIPE se consagrou ao longo dos seus 35 anos de existência como um espaço plural de discussões acerca dos estudos, das pesquisas e das experiências a respeito dos processos educacionais em todos os níveis de ensino. É hoje um evento muito significativo no cenário nacional e suas contribuições têm sido referência para o avanço da produção de conhecimento sobre os fenômenos educacionais e para a formulação de propostas educacionais inovadoras.

Neldan Araújo ladeada dos professores Vera Maria Candau e Miguel Arroyo

Os 16 Encontros realizados até este momento têm permitido acompanhar as tendências educacionais das três últimas décadas, seus impactos nas escolas e nas práticas docentes, num movimento dialético com interferências concretas nos processos de ensino e aprendizagem. Eles têm sido efetivos espaços de convivência, intercâmbio e diálogo entre pessoas preocupadas com o entendimento e a transformação dos processos educacionais e das práticas pedagógicas.




A expressão desse vigoroso movimento, resultante do envolvimento e compromisso das forças mais atuantes do campo educacional brasileiro, é evidenciada pelo quadro cronológico da realização dos ENDIPES e reforçada pelos temas que os orientaram.

Aproveitando o intervalo para compras: últimos lançamentos de livros em 
exposição nos stands espalhados pelo segundo espaço do evento

Os ENDIPEs já foram realizados, em muitos casos mais de uma vez, nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Recife, Belo Horizonte, Porto Alegre, Florianópolis, Goiânia, Curitiba e Campinas. Foram oito estados brasileiros e inúmeras universidades que abraçaram a proposta de realização desses eventos e empenharam esforços para que eles alcançassem êxito e reconhecimento, o que se faz notar não só pela presença de elevado número de participantes, mas também pela colaboração das mais significativas agências de fomento brasileiras. Com o olhar voltado para o futuro, em 2014 o XVII ENDIPE foi realizado em Fortaleza-CE.

*Com informações da Ascom/ENDIPE


Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog