Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Hortifruti Fernandes

Hortifruti Fernandes
Travessa 15 de Novembro - Centro (ao lado da extinta Escola Amélia Almeida / Semáforo)

Star Drinks

Star Drinks

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Governo Discute Plano Brasil sem Miséria em Reunião com Colegiado Territorial do Baixo Parnaíba



O Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural do Maranhão (Agerp), órgão vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF), participou, juntamente com representantes do Colegiado de Desenvolvimento Territorial do Baixo Parnaíba, da reunião de planejamento das atividades do Plano Brasil Sem Miséria (PBSM).

Durante o encontro, realizado na quinta-feira (18), no escritório regional da Agerp em Chapadinha, foi utilizada metodologia participativa com a equipe técnica para identificar as demandas locais e estabelecer metas e prioridades de atuação da regional na execução do contrato 044/2012 MDA/Agerp, no Território do Baixo Parnaíba para 2016.

O presidente da Agerp, Júlio César Mendonça, destacou a importância de estabelecer parcerias em prol do fortalecimento da agricultura familiar, por meio da assistência técnica e extensão rural. “Não devemos levar apenas as políticas públicas até o agricultor, mas, qualificá-las. Unindo forças entre governo, esfera municipal e sociedade civil com diálogo aberto entre os territórios e os movimentos sociais, de maneira estratégica, instaurando uma nova forma de relação, por meio do diálogo pensando nas famílias do campo”, afirmou o presidente.

O gestor do escritório regional da Agerp de Chapadinha, Givanildo Ramos, ressaltou o esforço da agência em atender o público do Programa Brasil Sem Miséria, promovendo a inclusão social e o acesso das famílias às demais políticas públicas voltadas para a agricultura familiar.

Raimunda Coriolano, coordenadora do Núcleo Diretivo do Colegiado do Baixo Parnaíba, afirmou que esta foi a primeira vez em que participou como representante do território em uma ação governamental. “As políticas públicas eram tratadas de forma individualizada e por isso não funcionavam. Percebo que a partir de hoje testemunhamos um marco na história territorial e estamos caminhando para uma integração necessária entre gestores públicos e conselhos setoriais, que vai fortalecer o nosso território”, disse.

O secretário-adjunto da SAF, Francisco Sales, reafirmou o papel da Agerp no processo de mudança vivenciado no Maranhão. “Vamos juntar as peças e tentar melhorar cada vez mais. O governador Flávio Dino assumiu um compromisso e nos incumbiu de promover o desenvolvimento rural sustentável para estas famílias, com o sentimento de compromisso acima de tudo”, ressaltou o secretário-adjunto.

Estiveram presentes no encontro o coordenador de Ater da Agerp, Artur Soares; a coordenadora de gestão da informação rural, Alessandra Lima; o gestor da regional de Itapecuru-Mirim, Mubaraki Zaki; incluindo ainda, técnicos e coordenadores das regionais; o secretário municipal de Trabalho e Renda de Chapadinha e representante do governo na Rede de colegiado do Estado, José Ribamar Lima (Zezinho Lima), e o coordenador da ASA-MA e Colegiado do Desenvolvimento Territorial (Codeter) do Baixo Parnaíba Baixo Parnaíba, Juvenal Neres.

Território do Baixo Parnaíba
Com uma área de 19.178,80 Km², o Território do Baixo Parnaíba é composto por 16 municípios, onde mais da metade da população vive na área rural. Possui 30.020 agricultores familiares, 6.715 famílias assentadas, 14 comunidades quilombolas e é assistido pela regional da Agerp de Chapadinha.

Planejamento e Ações da Regional
Atualmente a regional de Chapadinha vem desenvolvendo ações no Contrato de Ater do Baixo Parnaíba, que integra ações do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no Plano Brasil sem Miséria, com 4.100 famílias beneficiadas, divididas entre os municípios de Chapadinha, Buriti, Mata Roma, Brejo, São Bernardo, Santa Quitéria, Milagres do Maranhão, São Benedito e Urbano Santos, Santana do Maranhão, Magalhães de Almeida, Água Doce do Maranhão, Tutóia e Araioses

A regional de Chapadinha inclui ainda a participação no Plano Mais IDH, com 1.200 famílias atendidas em Araioses, Milagres do Maranhão, Água Doce e Santana do Maranhão. Atuação no Plano Garantia Safra, com meta de 9.500 agricultores cadastrados em 13 municípios, até outubro deste ano; e Acordo de Cooperação Técnica (ACT) com o MDA, que vai beneficiar 1.200 famílias.

Atividades em desenvolvimento do Pacto Federativo: implantação de Unidades de Referencias Tecnológicas; participação no Programa Mais Sementes; implantação de Unidades de Milho Biofortificados e acompanhamento do Projeto Tabuleiro de São Bernardo; ações previstas para o Cadastro Ambiental Rural (CAR); implantação de Sistemas de Irrigação para Agricultura Familiar; e realização da Feira da Agricultura Familiar e Agrotecnologia do Maranhão (Agritec) em Chapadinha.


Publicidade



Postar um comentário

Arquivo do blog