Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Chapadinha na Escuridão - Cadê o Dinheiro da Iluminação Pública?

Chapadinha está passando por um período jamais visto na história, principalmente quando falamos em iluminação pública, lembramos como diz o jornalista Boris Casoi, “é uma vergonha”, enquanto a cidade está as escuras nos quatros quadrantes, com exceção do centro, que é considerado o Cartão Postal da cidade.


Os consumidores de energia elétrica são obrigados a contribuir para a Prefeitura de Chapadinha com taxas elevadas para o padrão de nosso povo, pois a cada real pago a título de contribuição de iluminação pública faz falta no bolso do contribuinte. A taxa de iluminação pública que é paga na própria conta de energia elétrica vai para os cofres da Prefeitura de Chapadinha para efetuar a manutenção de iluminação de toda cidade.


A falta de compromisso com a cidade de Chapadinha seu povo é tamanha que, ao abordarmos o tema iluminação pública nos traz sentimentos de profunda revolta, quando famílias se encontram desesperadas com a escuridão que assola a cidade, contribuindo para a prática de assalto, furtos, estupros e principalmente, acidente de trânsito com vítimas fatais, onde faremos alguns comentários sobre este tema.


Sem muitas delonga, podemos citar alguns acidentes de trânsitos com vítimas fatais, que a falta de iluminação pública foi fato contribuidor para a causas destes acidentes, como foi recentemente no Bairro do Areal, o acidente com o comerciante Francisquinho (do frango Bola de Ouro), que perdeu a vida ao se chocar com entulho em plena via pública, estando a rua que estava transitando totalmente as escuras, e mais recentemente, o acidente com o comerciante Deusdete, quando num domingo ao retornar do centro para sua residência, de uma comemoração da conquista do campeonato brasileiro pelo Flamengo, passava pela Travessa João Lopes, Bairro Aparecida, quando bateu em um veículo que estava estacionado, ocasionado-lhe ferimentos graves que levou-lhe a morte, porém, diga-se de passagem, naquele dia o bairro já estava as escuras por mais de uma semana, isto é o retrato da irresponsabilidade que estamos vivenciando em Chapadinha.


Mas o assunto último que serve de comentários em toda a sociedade de Chapadinha, é para onde está sendo aplicado o dinheiro arrecado da taxa de iluminação pública paga mensalmente por todos os consumidores de energia elétrica, cobrada inclusive, dos trabalhadores do zona rural, que sequer existe iluminação pública.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog