Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

FACSU - Faculdade Sucesso

FACSU - Faculdade Sucesso
Polo Chapadinha/MA

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Chapadinha Terá Unidade de Pronto Atendimento (UPA)

Foto: Blog CN1
 
Chapadinha terá uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de porte II, a informação foi dada pelo secretário de Saúde, Dr. Charles Barcellar, na noite da última segunda-feira (25). Durante a reunião da CIR (Comissão Intergestora Regional) realizada na cidade de São Bernardo, foi apresentada a contemplação do município de Chapadinha.
 
Em todo o país foram aprovadas 225 unidades, para o Maranhão foram 8, entre elas a de Chapadinha.

"O secretário de saúde já encaminhou a documentação para o Governo do Estado que posteriormente, deve ser encaminhada para o Ministério da Saúde. Um dos critérios para a implantação da UPA é um número populacional de 100 mil a 200 mil habitantes. Como a região de Chapadinha atende a 13 cidades, o número é bem superior a esse total”, disse a secretário adjunta de Saúde, Valnice Meneses.

Ainda durante a reunião ficou decidido o calendário anual da CIR para última segunda-feira de cada mês. E os municípios, que compõem a regional, devem fazer um levantamento da capacidade instalada com referencia ao que podem realizar de cirurgias eletivas.

Na oportunidade também, foi debatida a Programação Geral de Ações e Serviços de Saúde (PGASS) que substitui a Programação Pactuada Integrada (PPI) de 2004 e define uma nova repactuação de recursos, serviços e ações de saúde que serão desenvolvidos com qualidade em cada uma das 19 regiões do Maranhão.

Participaram da reunião os secretário de Saúde de São Bernardo, Antonio José Carvalho Duailib; de Chapadinha, Charles Barcellar; de Milagres, Marlene Maria Caldas; de Anapurus, Genaro Alves Vieira; de Santa Quitéria (representante), Elisabeth de Sousa Correa; Brejo, Lílian Caldas; Santana do MA, Sandra Maria da Costa; e Tutóia, Francisco José Carvalho (representante).

 
O que são UPAS porte II

Uma das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana e podem resolver grande parte das urgências e emergências, como pressão e febre alta, fraturas, cortes, infarto e derrame. Com isso ajudam a diminuir as filas nos prontos-socorros dos hospitais. A UPA inova ao oferecer estrutura simplificada, com raio-X, eletrocardiografia, pediatria, laboratório de exames e leitos de observação. Nas localidades que contam com UPA, 97% dos casos são solucionados na própria unidade. Quando o paciente chega às unidades, os médicos prestam socorro, controlam o problema e detalham o diagnóstico. Eles analisam se é necessário encaminhar o paciente a um hospital ou mantê-lo em observação por 24 horas.

As UPAs fazem parte da Política Nacional de Urgência e Emergência, lançada pelo Ministério da Saúde em 2003, que estrutura e organiza a rede de urgência e emergência no país, com o objetivo de integrar a atenção às urgências. ( MS )

UPA Porte II: 9 a 12 leitos de observação. População na área de abrangência de 100 mil a 200 mil habitantes.
 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog