Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Hortifruti Fernandes

Hortifruti Fernandes
Travessa 15 de Novembro - Centro (ao lado da extinta Escola Amélia Almeida / Semáforo)

Star Drinks

Star Drinks

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

terça-feira, 18 de julho de 2017

BURITI - Júris Movimentam Comarca do Município Durante Esta Semana


A Comarca de Buriti realiza nesta semana três sessões do Tribunal do Júri. O primeiro júri é de tentativa de homicídio e os outros são de homicídio.


A Comarca de Buriti realiza nesta semana três sessões do Tribunal do Júri, todas presididas pelo juiz titular José Pereira Filho. Os réus dos júris são Francisco das Chagas da Conceição Júnior, Jucelino Freire Nunes e José Francisco Pereira da Silva/Wellington Moura da Silva. O primeiro júri é de tentativa de homicídio e os outros dois são de homicídio.

Consta na denúncia do primeiro júri que Francisco das Chagas Conceição Júnior teria o objetivo de matar um homem de nome Deleon, em ocorrência datada de 26 de agosto de 2015. Entretanto, ele teria errado o alvo e acertado duas outras pessoas, de nomes Marcone Silva e Antônio Sousa da Silva. O inquérito policial relata que Deleon teria tentado antes contra a vida de Francisco das Chagas, utilizando-se de uma faca. O júri de Francisco das Chagas aconteceu nesta segunda-feira, 17, e o réu foi condenado a oito anos e meio de reclusão.

No julgamento da terça-feira (18), o réu é Jucelino Freire Nunes, conhecido como ‘Jusse’, acusado de ter matado José Maria da Costa Pereira, em abril de 2016. Denunciado e vítima estavam bebendo no Bar do Talarico. Na volta para suas casas, Jusse de bicicleta e Antônio de Moto, o acusado teria desferido cerca de onze golpes de faca em José Maria, causando-lhe a morte.

No terceiro julgamento, os réus são José Francisco Pereira e Wellington Moura da Silva, acusados da morte de Danilo da Costa Lima. De acordo com a denúncia, esse crime ocorreu em setembro de 2012. Testemunhas afirmaram que José Francisco efetuou os disparos que matou Danilo, enquanto Wellington aguardava em uma motocicleta.

A polícia relata no inquérito que os dois acusados são considerados homens de alta periculosidade, sendo que José Francisco Pereira já foi condenado na Comarca de Timon por roubo. O acusado, inclusive, sempre fala pra todo mundo que já matou outras duas pessoas em Timon. José Francisco teria, ainda, ameaçado os policiais que fizeram o boletim.



Publicidade



Postar um comentário

Arquivo do blog