STAR Clinic

STAR Clinic

Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

Lojas Super Lar

Lojas Super Lar

Armazém Paraíba

Armazém Paraíba

terça-feira, 18 de novembro de 2014

CQC Exibe Matéria Bombástica sobre Número de Mortes de Bebes em Caxias-MA

f_277530.jpg

Mais uma vez a dura realidade de Caxias-MA, é mostrada em rede nacional. A matéria que denuncia a morte neonatal de mais de 115 de bebes em menos de ano na Maternidade Carmosina Coutinho ganhou destaque no quadro 'Proteste Já', do programa CQC (Custe o Que Custar) da Band, desta segunda (17). Em duas partes, a matéria longa e de cunho bombástico exibiu os momentos em que a equipe do programa, comandada pelo repórter Oscar Filho buscava respostas, como a tentativa de falar com o prefeito Leo Coutinho. A polemica gira em torno do número de óbitos de bebes em comparação com os dados nacionais do Ministério da Saúde e da OMS (Organização Mundial de Saúde). A expectativa em torno da exibição da matéria fez a população de Caxias 'parar'. O clima na cidade é de revolta e se estende nas redes sociais. (Blog de Raquel Sousa - 180Graus)





Nunca se viu a TV Band ter tanta audiência no último século quanto nesta segunda-feira (17), o pacote de anúncios da TV local, nunca foi tão visto pelos conterrâneos caxienses, a nova integrante da bancada do CQC era nada menos que Ana Paula Padrão, jornalista crítica que nem “ZEUS” esta dispensaria, a jornalista começa logo com a figura linguística irônica dizendo:

- Só podia ser no Maranhão, afirma Ana Paula, mostrando a imagem que o estado tem perante os olhos do país.

Ana Paula Padrão

O protesto já começa com a sistemática de como deveria ou pelo menos seria as taxas de mortalidade aceitáveis pelos padrões exigidos pela ONU.

O advogado que presta reportagem fala que os índices apresentados pela Maternidade são comparados aos de “guerra”, era depoimento atrás de depoimento, mães revoltadas e indignadas pela morte de seus futuros filhos, as falas comovem até o coração mais duro.


CLIQUE AQUI  - e confira o vídeo da reportagem completa no programa CQC (TV Band)


Ricardo Rodrigues também arroxa a administração sobre um convênio de cifra equivalente a 500 mil reais que não teria sido aplicado em prol do atendimento do pré-natal de milhares de mães caxienses, a reportagem denuncia ainda atos de improbidade administrativa por parte do atual secretário municipal de Saúde, que por coincidência ou não, é tio do atual prefeito Léo Coutinho.

Jornalista Ricardo Rodrigues
Ricardo revela documentos e afirma que mais de 3 milhões de reais, foram destinados a uma UPA que nunca existiu...




A retrospectiva do encontro no restaurante da D’Cantus foi um prato cheio aos olhos dos caxienses, o programa frisa a parte em que o assessor do prefeito Léo Coutinho identificado como Daniel teria jogado uma garrafa no repórter Oscar Filho e ainda alimenta dizendo que o mesmo faz parte da folha de pagamento da prefeitura e é marido da Vereadora Thais Coutinho, informações que todos sabem que são verídicas, Ivan Brasil, sem credibilidade por sua vez,  faz parte da folha de pagamento e apresenta o programa “CIDADE LIVRE” vinculado ao governo municipal e em uma infeliz colocação disse que se fosse ele, daria era porrada no repórter,  ”é mole"?





Oscar Filho mostra que ao tentar entrar em órgão público não obtém uma informação sequer, e leva “porta na cara” e que ninguém pode resolver ou lhe dar qualquer noção de esclarecimento sobre o (des)caso.

A jornalista da bancada Ana Paula Padrão, finaliza revoltada, pois afirma vê na matéria, ameaças e covardia, e deixa o recado de que o CQC - "Custe o Que Custar", procurou órgãos como Ministério Público e afirma que este já está de olho.

Então tem gente que precisa ficar atenta, se não o mandato vai pelo ralo assim como o da prefeita de Coroatá...

Por: Átila Uchoa


Publicidade





Nenhum comentário:

Arquivo do blog