STAR Clinic

STAR Clinic

Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

Lojas Super Lar

Lojas Super Lar

Armazém Paraíba

Armazém Paraíba

quinta-feira, 11 de julho de 2013

CHAPADINHA: Caso Ana Clara: Bebê Morre por Parto Mal Assistido no HAPA



A Rádio Mirante, no programa: Direto ao Assunto, na tarde desta quinta-feira (11) trouxe à tona por meio de entrevista  com familiares de um bebê do sexo feminino que veio a falecer durante parto realizado às 19 horas da noite de ontem, no Hospital Antonio Pontes de Aguiar.  

Segundo as denúncias a parturiente Iranilde Soares não foi assistida como deveria e teve a criança, que acabou morrendo, na presença de uma zeladora e sem acompanhamento médico. 

A reportagem da Rádio Mirante ouviu a tia da criança Ironeide Soares e Elisvaldo Souzao, pai da recém-nascida que relataram que a paciente fez todo o pré-natal e a gestação era considerada normal. Disseram ainda que Iranilde sentia dores quando foi levada ao HAPA e enquanto pai e tia da menina, que iria se chamar Ana Clara, foram em casa pegar objetos de uso pessoal da mãe e enxoval, ao retornarem foram informados da morte da recém-nascida.

Ao ver o corpo da criança, que foi entregue numa caixa de papelão a família observou que o rosto e a parte posterior da cabeça apresentavam machucados e havia sangramento. O pai Elisvaldo Souza reclama que até ás 11 da noite nenhum médico ou direção do hospital havia prestado qualquer informação ou mesmo conversado com a família. A mãe da recém-nascida continua internada no HAPA e não corre risco de morte. 

A criança foi velada, no Bairro da Cohab. Representantes do Conselho Tutelar visitou o local para pegar informações, tirar fotos e iniciar os procedimentos para remoção do corpo da recém-nascida para o IML de São Luís.

Fatos como esse chocou a sociedade de Chapadinha na gestão anterior como os casos de Noé, criança que foi degolada em pleno parto e Renan que foi velado ainda vivo na Vila Isamara. Até o momento a direção do HAPA não comentou a tragédia da morte de Ana Clara.

É preciso que o secretário municipal de Saúde, Dr. Charles Bacelar apure os fatos e que os verdadeiros responsáveis sejam punidos. O que a sociedade não aceita é convivermos com as mesmas atrocidades de um passado que dar até arrepios só de lembrar.


Com informações do Blog do Alexandre

Nenhum comentário:

Arquivo do blog