Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Hortifruti Fernandes

Hortifruti Fernandes
Travessa 15 de Novembro - Centro (ao lado da extinta Escola Amélia Almeida / Semáforo)

Star Drinks

Star Drinks

Posto Ipiranga / Chapadinha

Posto Ipiranga / Chapadinha

sábado, 7 de maio de 2016

SEDES em Parceria com a Prefeitura de Chapadinha Realiza Palestra sobre Segurança Alimentar



O Estado - por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes), em parceria com a Prefeitura de Chapadinha (MA), através da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), realizou na última quinta-feira (05), no Auditório da Prefeitura Municipal, uma Palestra sobre Segurança Alimentar.

A Prefeitura é uma instância fundamental para a implantação e o fortalecimento das políticas de segurança alimentar e nutricionais no município.


A solenidade contou com a presença da prefeita Ducilene Belezinha, vereadores, do secretário municipal de Assistência Social, Francisco Paiva e demais secretários municipais; a representante do Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Carla Garcês, representante da sociedade Civil Josa Maria do STTR, a representante do Estado Valdinei Milhomem - gestora do programa da Sedes; e Wilma Ramalho - gestora dos restaurantes populares da Sedes e entidades que compõem o Conselho Municipal.


Segundo Valdinei Milhomem representante do secretário da Sedes, Neto Evangelista. “O Estado está implantando nos municípios de menor IDH trinta cozinhas comunitárias, hoje no Maranhão já tem implantado 07 restaurantes popular funcionando normalmente com os recursos do Estado, sendo 06 em São Luís e 01 no município de Paço do Lumiar e serão implantados mais 04 no interior do Maranhão, sendo 01 em Chapadinha, 01 em Lago da Pedra, 01 em Pedreiras e 01 em Zé Docas. Precisamos envolver toda uma cadeia de gestores que devem estar imbuídos de gerir da melhor forma possível as políticas públicas de segurança alimentar aplicadas pelas três esferas de poder: a nacional, a estadual e a municipal, ainda convivemos com indicadores negativos históricos de insegurança alimentar no Maranhão. O Governo do Estado quer reverter essa realidade e tem a responsabilidade de capacitar e incentivar os municípios a desenvolverem ações voltadas à área. E não há dúvida que um dos fatores para alcançarmos esse objetivo é a estruturação dos municípios para essa finalidade”, frisou Valdinei Milhomem.


Ainda conforme Valdinei Milhomem, melhorar a disponibilidade e a qualidade da alimentação para reduzir os índices de insegurança alimentar no estado é primordial para o Governo do Maranhão, pois o tema reflete diretamente nos indicadores de desenvolvimento humano e na melhoria da qualidade de vida da população.


Publicidade



Postar um comentário

Arquivo do blog