Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

sexta-feira, 13 de março de 2015

Al Danúzio: O Maranhense Destaque nos EUA



Com uma carreira promissora nos EUA, o jovem ator Alberto, o Al Danúzio, está fazendo uma excelente representação do Maranhão como finalista no Brazilian Press Award 2015, o maior prêmio para artistas brasileiros que moram nos Estados Unidos.

No seu tempo livre, Al Danúzio contou ao site Rosana Miranda, direto de Los Angeles, um pouco sobre sua vida, carreira e expectativas diante da oportunidade de reconhecimento. Nos cliques do competente Taciano Brito, o belo ensaio fotográfico que fez quando esteve no Brazil.

Leia abaixo a entrevista completa:

Quando e como você descobriu o talento para atuação? Houve resistência da família?

Meu pai foi quem me levou na minha primeira aula de teatro. Acabo de me tocar que nunca perguntei a ele o porquê. Tanto ele como a minha mãe sempre me apoiaram, mesmo preocupando-se bastante com meu futuro financeiro. Porém nunca, nunca, me impediram de sonhar. E só lembrando que sonhar é grátis! Quanto a questão de descobrir o talento, eu nunca descobri isso, descobri foi que gostava de atuar. Meu professor de teatro do Divina Pastora, Josué Costa, me deu uma poesia em abril para uma apresentação em novembro de 1999. Duas aulas depois eu tinha o texto memorizado e me diverti fazendo. Eu diria que ele e a Irmã Crisolda foram os que me descobriram. Saudades dessa Irmã.


Porque você decidiu ir para os EUA? Teve alguma relação com a dificuldade de investir na profissão em São Luís?

Vim para Estados Unidos quando a minha mãe se casou com o meu padastro. Não foi uma decisão muito pensada por mim, não. Lembro dela me perguntando no quarto se eu teria coragem de mudar para os Estados Unidos. Eu respondi ‘na lata’ que sim. Até hoje também não sei exatamente o porquê. Nunca tive sonho americano nenhum na minha cabeça. Não posso me queixar das oportunidades que tive na minha cidade. Aos 18 anos virei diretor e professor de teatro. Fui embora porquê queria focar no ator. Agora vai soar romântico, mas é o que realmente penso. Se você conseguir fazer a sua arte e ser feliz sem ter dinheiro pra investir, e mesmo assim conseguir um trabalho de qualidade, o que você não conseguiria alcançar quando o dinheiro chegar? Hoje graças a Deus estudo atuação em uma das mais caras instituições dos EUA, mas a melhor escola que tive foram os meus nove anos de teatro ‘amador’ em São Luís.”

Fale um pouco a respeito da sua vida e do seu dia-a-dia aí: faculdade, trabalho, amigos.

Para começar, moro em Los Angeles desde janeiro do ano passado. Estudo na New York Film Academy. Estou fazendo um nível superior chamado Atuação para Filme. Tenho umas 26 horas de aula por semana e ainda ocupo semanalmente de 10 a 20 horas com deveres de casa. Atualmente já não estou trabalhando, mas sempre trabalhei em diferentes coisas. Aqui nos EUA a vida é o trabalho. Graças a Deus a situação agora está me permitindo focar na escola e ficar até 1h30am respondendo entrevista. (risos) Tenho poucos e bons amigos aqui. Alguns em Miami, outros em Nova Iorque, e alguns mudaram pra Los Angeles. Sinto muita falta dos meus amigos daí [de São Luís]. Todos os dias falo com a minha namorada, que também mora aí.


Quais são os seus planos a longo prazo? Você ainda pensa em voltar?

Assim que terminar minha faculdade, volto pro Brasil. Quero que a minha carreira tenha como base o meu país e no meu idioma. Meu plano é após alguns anos no Brasil poder estar indo para outros projetos em diferentes países. Porém, com a minha base no Brasil. Em 2016 estou de volta, com certeza.”

Em que estágio da sua carreira você acredita estar neste momento?

Estou começando. E quero estar sempre nesse estágio. Começo de carreira. Nunca no final (risos).”

No Press Award você se sente competitivo? Qual diferencial você acredita ter sobre os outros concorrentes?

Não conheço bem o trabalho dos meus competidores já que somos todos de estados diferentes aqui, mas acho que meu diferencial é a diversidade de meios em que trabalhei (teatro,cinema e televisão).”


PERFIL

Nome: Al Danuzio
Idade: 26
Signo: Escorpião
Livro de cabeceira: Blink of an Eye
Defina-se em uma palavra: criativo
Maior sonho: família e trabalho no mesmo lugar
Maior feito: acordar todo dia
Atuação para você é: o que me completa como ser humano
Programa ideal: ir ver um bom teatro
Não vive sem: dormir bem
Mania: falar com as mãos
Amar é: a Lua
O que detesta: julgamento
O que te inspira: liberdade
O que te desafia: eu mesmo
Qual a sua melhor lembrança da infância: Ivar Saldanha
O melhor da vida é: o agora
O que gostaria de fazer que ainda não fez: aprender a cantar
Para quem dá nota 10: Alejandro González Iñarritu
Para quem dá nota 0: Justin Bieber
Onde estará daqui a 10 anos: no Brasil






Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog