Star Clinic

Star Clinic

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

CHAPADINHA: Prefeita Recebe Comissão de Saúde da Assembleia e Acompanha Vistoria nos Hospitais


Ascom/PMC

A vistoria aconteceu na tarde da desta quarta-feira (06), quando a Comissão de Saúde formada pelas deputadas Valéria Macedo (PDT), Cleide Coutinho (PSB) e Francisca Primo (PT), se reuniram com a prefeita Ducilene Belezinha, secretário municipal de Saúde, Charles Bacellar, adjunta Valnice Meneses, vereadores irmão Carlos, Murici, Marcelo Meneses, Raimundinha, Márcia Gomes e Francisca Aguiar, membros do Conselho Municipal de Saúde e equipe técnica para apresentação dos relatórios de funcionamento das unidades de saúde do município referentes aos anos de 2012 e 2013.


O primeiro local a ser visitado foi o Hospital Antonio Pontes de Aguiar (HAPA), onde a comitiva passou por todas as instalações da unidade. Na sala de Raio X, enfermaria, consultórios, farmácia, setor de emergência e até centro cirúrgico. E em cada departamento, foram tiradas dúvidas e apresentados esclarecimentos de como os trabalhos estão sendo desenvolvidos no hospital.


A segunda parada, do grupo, foi no Centro de Saúde Benu Mendes, que vem passando por constantes melhorias na gestão da prefeita Ducilene Belezinha. Desde que assumiu o governo Ducilene Belezinha tem investido em pessoal e equipamentos para proporcionar condições dignas de saúde à população de Chapadinha. E isso pode ser constatado pela própria comissão que, após vistoriar as duas unidades de saúde, falou com propriedade que o município está cumprindo com suas obrigações e que necessita de mais recursos para oferecer à população mais qualidade de vida.


Como médica e gestora hospitalar me acostumei a seguir de constatação: se o hospital tem demanda é porque o povo vai atrás, e se vai atrás é porque tem atendimento! Onde fui hoje, aqui em Chapadinha, achei uma demanda grande, achei cirurgiões, achei médicos, achei enfermeiras, o que não achei foi ajuda do governo do estado. Eu lamento muito isso. Nas cidades que já fui participando da comissão, vi que todas estão de mãos estendidas precisando de ajuda. O que vi pela intenção da prefeita e de sua equipe é o de fazer muito, mas sem recurso não se faz nada”, disse a deputada Cleide Coutinho vice-presidente da comissão de saúde da assembléia.

A comissão de saúde da assembléia legislativa esteve em Chapadinha, após denúncia de que o município não estaria apresentando condições de atendimento à população, mas após a inspeção a presidente da comissão, deputada Valéria Macedo, adiantou que a administração de Chapadinha, dentro de suas limitações financeiras, está realizando seu trabalho.

A comissão, que é representativa, ou seja, representa o Governo do Estado e seus deputados, é formada por mim, que sou enfermeira e por mais duas médicas, que conhecem bem a realidade da saúde pública em nosso Estado. Para a saúde funcionar qualquer em município, tem que haver contrapartida dos governos estadual e federal. Nós estamos aqui e visitamos as instalações dos hospitais. De acordo com a denúncia, o hospital não estaria atendendo todo o município, mas o que constatamos, após as visitas, foi que há uma grande demanda não só de pacientes de Chapadinha e que o hospital está funcionando com a presença de médicos ortopedistas, anestesistas e clínicos. Vimos que há dificuldades e que tem a ver com recursos que não estão chegando no município. Vimos uma boa vontade da prefeita em trabalhar e resolver os problemas da saúde na cidade, mas ela precisa da contrapartida dos governos estadual e federal. A demanda é crescente e saúde é cara, precisa de investimento”, disse a deputada Valéria Macedo do PDT, que é presidente da comissão de saúde.

Ainda de acordo com a deputada, após a vistoria, a comissão deve elaborar um relatório contendo todas as informações adquiridas na cidade, quanto aos serviços que estão sendo oferecidos, tais como: exames, consultas e cirurgias e, também, com relação às dificuldades de se manter um hospital que não atende apenas a pacientes do município, bem como a pacientes de cidades vizinhas. A parlamentar informou que apresentará o relatório ao secretário de estado de saúde e também ao presidente da assembléia legislativa para que o município possa receber recursos do governo do estado.

Iremos apresentar nosso relatório, em plenária, para sensibilizarmos nossos colegas deputados e também o Governo do Estado, que por meio de emendas e projetos, possam ajudar o município de Chapadinha. Esperamos que, por meio de projetos, se possa desenvolver um serviço aos munícipes de Chapadinha”, concluiu a parlamentar.

Após acompanhar a vistoria da comissão de saúde a prefeita Ducilene Belezinha falou da importância da equipe na cidade para mostrar a real situação em que recebeu o município e como tem trabalhado para tornar o atendimento médico de Chapadinha melhor para todos.


Foi muito boa a vinda da comissão de saúde aqui para Chapadinha, pois pudemos mostrar nossa realidade, dificuldades e como temos lidado com cada situação. Fizemos questão de acompanhar a vistoria e explicar cada ponto e apresentar nossos serviços, que mesmo com poucos recursos, não deixamos a saúde parar e o que queremos agora é que, após a conclusão do relatório, a comissão apresente o que foi constatado aqui em Chapadinha e assim possamos receber ajuda para trabalharmos mais pela saúde”, disse Ducilene Belezinha.

Com o empenho de uma equipe comprometida com a saúde pública, a vistoria serviu para mostrar que o poder municipal, mesmo com poucos recursos, tem se esforçado para mudar a realidade da área da saúde, que até bem pouco tempo, não apresentava as mínimas condições dignas à população. E hoje, Chapadinha já se prepara para receber benefícios do Governo Federal.

A comissão veio para Chapadinha mediante uma denúncia e pode constatar, in loco, que o município tem trabalhado para melhorar a saúde e aprovou nossas instalações e nosso trabalho. Apresentamos os relatórios de como recebemos a pasta, com falta de leitos e contratos com hospitais particulares que foram reprovados pelos órgãos de fiscalizações e como estão as atividades desde o início do ano. Estamos engajados na luta para trazer melhorias para a cidade, junto ao Governo Federal, e isso já pode ser comemorado, com a adaptação do HAPA para o atendimento da Rede Cegonha de urgência e emergência, a vinda do SAMU, Caps tipo 3 AD, Caps infantil, leitos de retaguarda, mais ambulâncias e motolâncias”, informou o secretário municipal de saúde, Charles Bacellar.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog