Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

CHAPADINHA: Pedida a Cassação de Belezinha Por Abuso de Poder Econômico

Máquinas na localidade Boca da Mata do Longuinho Gomes
 
 
 
Os advogados de Magno Bacelar entraram, semana passada, com uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral contra Belezinha porque a candidata estaria realizando, por conta própria, construção de estradas na rural e poço artesiano em troca de votos. Ainda de acordo com ação judicial, a execução e o gerenciamento das obras estariam sob o comando o ex-prefeito Isaías Fortes.


Os advogados listam as estradas: Boca da Mata do Longuinho Gomes até a Boca da Mata do Manoel Lira (beneficio – recuperação de trecho de 1 Km de estrada vicinal ); Boca da Mata do Manoel Lira até ao Bacuri ( beneficio – recuperação de trecho de 1 Km de estrada vicinal ); Boca da Mata do Manoel Lira até Santo Antonio do Mundico Romualdo ( beneficio – implantação de 06 km de estrada vicinal); e Santo Antônio até a Lolóia ( beneficio – recuperação de trecho de 1 Km de estrada vicinal ).


Os procuradores ainda afirmam que Belezinha, “alia seu poder político ao poder econômico, realiza obras de implantação e recuperação de estradas vicinais no Município, ao arrepio do mais elementar aspecto legal, sem alvará de autorização, sem pagamento de tributos (ISS, por exemplo), pasmem!, sem procedimento licitatório, ferindo todos os princípios constitucionais regentes da administração pública. Repisando, no momento, agem com fim meramente eleitoreiro, com interesse em captar votos. Isaias Fortes, principal aliado e mentor político da Investigada (Belezinha), toma frente dessas obras é o responsável e as executa com o maquinário da Investigada (Belezinha). Ambos, na prática, estão na frente desses projetos” dizem a denúncia.


Ainda de acordo com a denúncia, além da estrada, Belezinha estaria construindo um poço artesiano para o senhor Lourival da Localidade Bacuri. No processo há fotos das obras, maquinas e gravações, anexadas em CD, com palavras do próprio Lourival contando a participação de Belezinha e Isaías nas ilegalidades.


Com base nas provas produzidas, “ante a conduta caracterizada como abuso de poder econômico”, os advogados pedem ao juiz a cassação do registro de candidatura a prefeito de Belezinha e de sua vice Raimunda Maria.


Comentário do Blog (do Alexandre)
Como obras de estradas e poços artesianos não são coisas fáceis de ocultar, o ministério público e justiça já realizam diligências nos locais, ou a candidata Belezinha arruma uma justificativa para os serviços realizados ou sua candidatura fica irremediavelmente fadada à cassação.
 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog