Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Direito à Informação x Fato Fofoca

Por: Luciano de Carvalho Pereira (foto) - Advogado

É curioso como alguns órgãos de noticia tentam vestir a roupa da imparcialidade, da noticia verdadeira, mas que a obra de Deus, de fazer um dia apos ou outro, termina por expor a crua carne, a verdade, ao correr de alguns dias. Sempre foi assim, e continuará a ser. Um dia após outro que permitir esclarecer o que antes estava ainda sendo mostrado de forma obtusa.

Nas eleições que findaram há poucos dias, a possibilidade de Magno Bacelar ter o registro de candidatura ou não, foi matéria de destaque máximo em nossa cidade. Dizia-se que ele estaria fazendo o mesmo que o ex-prefeito Isaias, que concorreu sabendo que não havia chances de sucesso em seu recurso. O uso político do fato era esperado e até de certo modo, tido por natural no calor de uma disputa tão renhida, vez que estávamos, e agora estamos, na ante-sala do pleito de 2012.

Mérito a Vagner Pessoa, do ponte de vista da estratégia, que soube criar um fato político-eleitoral relevante. Seria ele o único ficha limpa, disse na época.

Mas se os noticiosos que insistiram em vaticinar a inelegibilidade de Magno, sem qualquer chance de sucesso para este, tivessem, ao fim de seus comentários apaixonados, feito a ressalva de que a matéria (inelegibilidade por irregularidade insanáveis de contas) comportava debate amplo e julgamento por instância maior, e não darem antecipadamente a sentença final condenatória, certamente teríamos órgãos de noticiais que efetivamente estariam prestando melhor serviço à sociedade, beneficiária da informação que lhe atravessa a retina para ser processada no cérebro.

Não duvidemos que muitos eleitores focaram suas decisões em noticias distorcidas, cujo viés foi politizado no propósito de causar dano à eleição de Magno Bacelar.

Agora, restou pacifico que Magno não é ficha suja e que não é inelegível. Que não paira sobre este cidadão, ora suplente de deputado estadual, condenação irrecorrível em órgão de controle de contas, e. g., TCU. Eis a verdade que dia 04 deste, o TSE, pacificou, mas que alguns blogs de Chapadinha, por desapego à boa informação ou simplesmente porque seguindo um roteiro que lhe fora ordenado apenas assinar, não aproveitaram o momento de crescer em qualidade. Fica o lamento e o registro.

Não olvidemos que no inicio de 2009, celeuma com os mesmos tons fortes foi criada quando da suposta dupla filiação de Magno Bacelar. Assim como desta vez última, os fatos desmentiram a fofoca. A lição há que ser aprendida. 
 
*Artigo extraído do Blog do Alexandre Pinheiro

Nenhum comentário:

Arquivo do blog