Dra. Maryane Veras

Dra. Maryane Veras

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

INTERNET DE QUALIDADE É COM A...

Chapadinha Gás - Liquigás

Chapadinha Gás - Liquigás

Armazem Paraíba

Armazem Paraíba

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A Verdade Sobre o Acidente com Ambulância de Chapadinha


Não houve capotamento; Acidente não foi provocado por estouro de pneu; havia seis pessoas no veículo, sem feridos graves.




Por volta das 5h40 da manhã desta terça-feira (3), aconteceu um acidente na BR 222, próximo ao povoado Leite (Vargem Grande/MA), envolvendo uma ambulância da prefeitura de Chapadinha, que retornava de São Luís, com seis ocupantes, sendo o condutor, Maycon Batista, uma técnica de enfermagem, identificada como Dionísia e outras quatro pessoas, entre pacientes e acompanhantes - retornando da Casa de Apoio -, que sofreram leves escoriações e foram conduzidos para o Hospital Benito Mussolinni, em Vargem Grande.

Chuva e animal na pista

Segundo o condutor da ambulância, Maycon, o acidente ocorreu no momento em que um cavalo surgiu na pista. Ele tentou desviar do animal, mas vinha outro veículo em sentido contrário e ele teve que jogar o carro para o acostamento, momento em que o pneu dianteiro esquerdo bateu no meio fio e estourou. Como a pista estava escorregadia, o carro acabou saindo e caindo num barranco. “Mantive a calma e consegui controlar o veículo durante a descida, mas como havia muita lama e desnível lá embaixo, o carro deslizou e tombou de lado, sem capotar" - disse.

Flashes e omissão de socorro

Maycon contou à nossa reportagem que após o acidente, ainda escuro e chovendo, ele fez várias tentativas, em vão, de parar algum veículo para socorrê-los. Ele teve que esperar o dia clarear para que alguém finalmente parasse, mas, para a decepção e tristeza das vítimas, ninguém se oferecia para ajudar a resgatar as pessoas que estavam lá embaixo.

Eu subi, enquanto a Dionísia ficou la embaixo com os pacientes. Havia cerca de 20 pessoas lá em cima. Todo mundo olhava de longe e só ficava filmando ou tirando várias fotos com celular. Nossa sorte é que veio um caminhoneiro e jogou uma corda”, disse Maycon. Todos foram conduzidos ao hospital de Vargem Grande e passam bem. O motorista e a técnica de enfermagem nada sofreram. Os demais tiveram apenas pequenos cortes e arranhões no supercílio e boca.

Versão errada


Poucas horas após o acidente, alguns blogs, de Chapadinha e Vargem Grande, divulgaram a notícia, mas com vários erros. Chegaram a dizer que a ambulância havia “capotado várias vezes”, quando na verdade, não houve capotamento, tanto que nem o giroflex foi atingido.

Outra versão errada dos fatos, vista como sensacionalista, pelo responsável pela ambulâncias, Nayro Charles, foi a de que o acidente havia sido provocado pelo estouro de um pneu, que estariam “velhos e sem manutenção”.




Segundo Nayro e o próprio secretário municipal de Saúde, Allan Monteles, os pneus são novos – têm apenas 15 dias de uso - e a cada 10 mil km é feita a troca. A revisão é feita com frequência. A última revisão nesta ambulância foi feita na sexta-feira passada. Temos uma grande preocupação com todas as ambulâncias. "Trato esses carros como se fossem meus filhos”, disse Nayro Charles, bastante chateado com a forma como algumas pessoas trataram o acidente. "Nenhum me ligou para perguntar como estavam os pacientes. A preocupação deles era em postar notícia falsa, sobre as causas do acidente”, reclamou Nayro.


O secretário municipal de Saúde, Allan Monteles, esteve no programa Direto ao Assunto - na Rádio Mirante local, na tarde desta terça (3) onde explanou esclarecimentos acerca deste acidente e de outros assuntos ligados à Saúde de Chapadinha.


Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog