Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Governo do Estado Autoriza Concurso Público para a AGED


O governo do Estado do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Planejamento (Seplan), autorizou e incluiu na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2015, a realização de concurso público para preenchimento de 179 vagas para diversos cargos para a Agência Estadual de Defesa Agropecuária (Aged).

O concurso, que demandará recursos na ordem de R$ 6,7 milhões, foi um dos últimos compromissos pendentes assumidos pelo governo do Estado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no Plano de Ampliação da Zona Livre de Febre Aftosa, concluído em maio deste ano, quando o Maranhão e outros seis Estados nordestinos e o Pará, foram reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como zona livre de febre aftosa.

"Durante todo o processo de certificação, o Maranhão foi destaque, sempre liderando as auditorias nacionais e internacionais. E os únicos compromissos assumidos que o governo do Estado tinha que cumprir, nos próximos anos, eram a implantação do sistema eletrônico de emissão de GTA's (Guias de Trânsito Animal) e a realização de concurso público para readequar a demanda da estrutura da Aged, que foi reestruturada durante esse processo. Ficamos felizes por encerrar nosso trabalho à frente da pasta cumprindo todas as metas assumidas junto ao Ministério", avalia o secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Cláudio Azevedo.

De acordo com o diretor geral da Aged, Fernando Lima, as novas vagas suprirão, especialmente, as demandas da área de defesa sanitária animal. "Com a conquista da zona livre de febre aftosa, nossa responsabilidade aumentou. Manter esta zona livre requer muito mais trabalho do que o que já vem sendo feito. Durante esta gestão, modernizamos e aumentamos a estrutura de atendimento da Aged, o que também gerou a necessidade de novos servidores".

Fernando Lima afirmou que o concurso é resultado de todo o trabalho feito pela área de defesa agropecuária do estado. “Não temos conhecimento de que outros estados, que fazem parte desta zona livre, tenham cumprido integralmente seus compromissos como este governo está fazendo. Foram 28 itens determinados pelo Ministério e atendidos pelo governo do estado".

VAGAS
São 25 vagas para fiscais agropecuários - sendo 20 veterinários e 5 agrônomos , 75 assistentes de fiscalização - técnicos agrícolas , 75 auxiliares de fiscalização - nível médio, 1 advogado, 1 contador, 1 jornalista e 1 profissional de tecnologia da informação.



Nenhum comentário:

Arquivo do blog