Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

terça-feira, 12 de abril de 2011

ARTIGO: Transtornos da Linguagem

A concepção da linguagem como parte de nossa biologia a pressupõe como uma adaptação sujeita à seleção natural. Porém, para ter sido selecionada, a linguagem deveria ter uma localização identificável do cérebro, e possivelmente um conjunto de genes relacionados a ela.

Algumas áreas cerebrais parecem estar relacionadas ao processamento da linguagem, como a área de Wernicke, e à produção da fala, como a área de Broca. Uma lesão na área de Broca pode causar uma afazia que compromete a linguagem, mas o restante da inteligência continua a mesma. Na afazia de Wernicke ocorre o contrário, e a pessoa apresenta deficiência intelectual; contudo sua fluência e gramaticalidade ficam intactas, o que mostra a relativa independência e especificidades dos diferentes módulos mentais.

Se a linguagem fosse apenas o exercício da inteligência humana, seria de se esperar que lesões e eficiências tornassem as pessoas menos capazes em todos os sentidos, inclusive na sua linguagem. Já na concepção de módulos especializados uma lesão em determinada área cerebral só comprometeria alguma habilidade, ou parte dela. E é exatamente o que ocorre na afazia de Broca e na afazia de Wernicke.

O programa do módulo da linguagem pode ser denominado gramática mental, ou seja, é um plano comum às gramaticas de todas as linguas, um software mental intricado. Diferentes falantes de uma comunidade calibram sua gramatica mental segundo as gramáticas especificas da cultura em que nascem, e isso é o que chamamos de lingua ou dialeto. Dessa maneira, embora as línguas sejam ininteligíveis entre si, por baixo dessa variação encontra-se o design de programação único da gramática mental, com seus substantivos e verbos, estruturas sintagmáticas e estruturas de palavras, casos e auxiliares, etc. até hoje, não foi encontrada nenhuma tribo muda,ou seja, a capacidade de falar parece ser universal – um dos universais culturais.

Podemos nos perguntar por que, na linguagem humana, a linguagem teria sido selecionada. A ênfase de alguns pesquisadores é na troca de informações sobre o mundo físico e técnico – eles acreditam que o modo de vida da caça e coleta que começou a se arquitetar nos homens primitivos dependia de uma comunicação eficiente.  

Anaximandro Silva Cavalcanti - Psicólogo
Atendimento em domicílio: (98) 8205-8871 

Nenhum comentário:

Arquivo do blog