Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Acidente na Ataliba Almeida deixa uma pessoa ferida

A Avenida Ataliba Vieira de Almeida é, sem dúvida, a mais perigosa da cidade de Chapadinha, seguida de perto pelas avenidas Raimundo Oliveira e José Sarney, no Bairro Areal.

Praticamente todos os dias tem acidentes na Ataliba Almeida. Sem sinalização e com condutores imprudentes, a avenida  é um convite às batidas envolvendo carros, motos, bicicletas e pedestres.

Na manhã da última segunda-feira (11), o motociclista Antonio Paulo da Conceição, de 32 anos, que trafegava pela Ataliba Almeida, no sentido Rodoviária-Ciretran, chocou-se contra um Fusca que trafegava pela Travessa 15 de Novembro, no sentido Aldeota Clube-CAEMA.

De acordo com o Sargento PM Freitas, o Fusca, que era conduzido por uma mulher, ia atravessar a avenida, quando foi atingido em cheio pela moto. Apesar da moto ter sido arrastada por alguns metros, o motociclista teve apenas ferimentos leves.

Freitas disse que, quando ocorre acidente em um cruzamento, normalmente, é por falta de atenção de um dos condutores ou de ambos os envolvidos.

Com informações de Luís Carlos Júnior – foto: reprodução TV Mirante
...............................................................................................

Acidente na Avenida Raimundo Oliveira, no Areal

Duas motos se chocaram por volta da 10h da manhã desta terça-feira (12) na Avenida Raimundo Oliveira (bairro Areal) próximo ao Hospital Benú Mendes. Um dos motociclistas sofreu vários ferimentos.

De acordo com testemunhas, as duas motos seguiam no sentido Areal, quando a que estava na frente deu sinal para virar à esquerda. O motociclista que estava atrás e um pouco à esquerda do outro, não percebeu ou não teve tempo de frear e os dois acabaram se chocando.

Moradores dizem que acidentes como este acontecem praticamente todos os dias naquele setor e cobram a colocação de redutores de velocidade o mais breve possível. "Aqui está horrível. Todo dia tem acidente. Os os motociclistas andam muito rápido e não tem responsabilidade", protestou um morador, que não quis se identificar.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog