Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Gestor da AGED/Chapadinha Participa de Escuta Territorial do Baixo Parnaíba Sobre PPA e Orçamento Participativo

O gestor regional da Aged/Chapadinha, Dr. Carlos Henrique Marques (camisa verde) com outros representantes municipais de Chapadinha e de outros municípios do Baixo Parnaíba


No último dia 19, o gestor regional da Aged/Chapadinha, Dr. Carlos Henrique Marques, esteve participando ativamente da audiência pública, promovida pelo governo do Estado, realizada no campus da Ufma/CCAA, em Chapadinha.


Representantes de instituições da sociedade civil e de órgãos públicos das 14 cidades que compõem o território do Baixo Parnaíba participaram diretamente da gestão pública estadual indicando as prioridades de investimentos em obras e serviços da região. No mesmo dia, as plenárias aconteceram simultaneamente nos municípios de Chapadinha e Colinas, que abrangem os territórios do Baixo Parnaíba e do Sertão do Maranhão, respectivamente.

Após um dia inteiro de discussão, todo o território do Baixo Parnaíba, escolheu três principais prioridades imediatas que foram: 1° Concluir o Hospital Regional e retomar e concluir o Centro de Hemodiálise da cidade de Chapadinha; 2° Aumentar o efetivo do Batalhão de Chapadinha e criação de uma Companhia de Polícia e a 3° Reestruturação Completa das Escolas Estaduais.

Presentes, também, ao evento, Alberto Carlos (Chefe de Gabinete/Prefeitura de Chapadinha), Antonio José Almeida (Sec. Mun. de Agricultura) e Maria Lêda (Pres. do STTR/Chapadinha)

Destacamos ainda que, dentre as 16 escutas realizadas em todos o estado, a do território do Baixo Parnaíba foi a de maior representatividade. Os outros resultados, além dos três mencionandos anteriormente, serão divulgados na Plataforma de Participação Popular, ferramenta digital que será disponibilizada na página eletrônica do Governo do Estado para possibilitar a interação permanente entre o povo e o poder público estadual. As demandas priorizadas nas escutas serão votadas em plenárias e na Plataforma de Participação Popular.

*Colaboração (foto/Facebook): Alberto Carlos


Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog