Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

BURITI - Ministro do Superior Tribunal Militar Visita Fórum do Município


O ministro do Superior Tribunal Militar (STM), José Barroso Filho, esteve na manhã de ontem (26) em Buriti/MA e visitou o fórum que foi incendiado no último dia 20 de janeiro. Na visita, que teve a cobertura de segurança do GTA, o Ministro pôde constatar a gravidade dos atos de violência que, para ele, precisam ser severamente punidos.

Foi atentado contra o Estado Democrático de Direito”, afirmou, acrescentando que “a ideia é somar e mostrar que o Poder Judiciário é uno e que precisa de salvaguarda para prestar o serviço à sociedade”.

Após passar na cidade, o magistrado seguiu para Tribunal de Justiça, na tarde da segunda-feira 26, para prestar solidariedade e apoio ao Judiciário estadual após o ataque que danificou processos, equipamentos e instalações do fórum de Buriti, ameaçando ainda o juiz da comarca, Jorge Sales.


Ele foi recebido no TJMA pela presidente em exercício da Corte, desembargadora Anildes Cruz, e pelos desembargadores Raimundo Barros (Presidente da Comissão de Segurança) e José de Ribamar Castro, na presença dos juízes Jorge Sales (comarca de Buriti), José Nilo Ribeiro, José Américo Dias Vieira e Rodrigo Nina, do major Alexandre Magno (diretor de Segurança) e do Tenente-Coronel Azevedo e do Coronel Nery, ambos do Exército Brasileiro.

Os desembargadores e demais magistrados manifestaram agradecimento ao apoio do ministro, ressaltando a importância de demonstrar união e força diante desse tipo de violência.

O juiz da comarca de Buriti, Jorge Leite, relembrou os momentos de violência e agradeceu o apoio que tem recebido de toda a classe jurídica, ressaltando que diante do atentado, o Judiciário respondeu com rapidez e com responsabilidade.

O objetivo dos autores era humilhar o Estado e o Judiciário, mas nós vamos voltar para a comarca e continuar nosso trabalho com o mesmo zelo e comprometimento” ressaltou.

Ascom/TJMA


Publicidade



Nenhum comentário:

Arquivo do blog