Chapadinha Gás

Chapadinha Gás

Gráfica Editora Escolar

Gráfica Editora Escolar

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

CHAPADINHA: Prefeitura Implantará "Projeto Alimentar II" no Povoado Poções



Com o lema "Ensinar o homem do campo a trabalhar com as novas tecnologias e assim aumentar a produtividade" - a prefeita Ducilene Belezinha e sua comitiva percorreram quase 40 quilômetros de estradas vicinais para apresentar aos moradores do povoado Poções, o projeto Alimentar II. O encontro com a comunidade aconteceu na última sexta-feira, 24 e contou com a participação dos secretários de infraestrutura, Aluízio Santos, de comércio, Alan Monteles, assistência social, Francisco Paiva, agricultura, Carlos Borromeu, meio ambiente, Alex Cardoso, e do trabalho, Zezinho Lima, na oportunidade foram anunciados outros benefícios para a região.

Essa parte do município sempre foi muito esquecida a comunidade esperava há 60 anos por benefícios que nós estamos trazendo. Já estamos mostrando que não estamos com promessas, as estradas já estão contempladas e vamos começar assim que as chuvas pararem. Vamos fazer a ponte que os moradores tanto precisam e também estamos trazendo projetos acreditando na capacitação de nossos jovens. Queremos que a comunidade se envolva, plante e colha, pois estaremos aqui, para dá apoio incondicional”, disse a prefeita Ducilene Belezinha.


O projeto, que já é uma realidade no povoado da Mangabeira, foi implantado há pouco mais de 4 meses e, hoje, a comunidade já colhe os frutos do empenho e dedicação. No local já estão sendo cultivadas hortaliças, verduras, legumes e aves e tudo em um pequeno espaço que foi utilizado em forma circular para se aproveitar cada pedaço do terreno.

Resultado de um trabalho em parceria iniciado pela prefeitura de Chapadinha através das secretarias de agricultura, Assistência social, obras e também moradores da região.

A implantação desse projeto é uma vontade da prefeita Belezinha que deseja estimular a produção no campo com orientações e acompanhamento técnico. A primeira etapa é capacitar 15 alunos da região, que já começa a partir de março. O curso vai ter duração de 3 meses. Nosso objetivo é implantar 10 projetos, só este ano, e até o do primeiro semestre, queremos desenvolver mais 4. Temos um governo envolvido que conta com a participação de todas as secretarias desde a qualificação, oficialização do negócio e venda”, disse o secretário de assistência Social, Francisco Paiva.


A ideia é levar conhecimento com orientação técnica e apoio do poder público na área da produção rural.

Mudança na rotina dos moradores que há muitos anos esperavam por esta oportunidade.

Moro nessa região há 38 anos e nunca conseguimos acolhimento do poder municipal, mas agora a coisa é diferente. A prefeita veio aqui e garantiu os benefícios. A comunidade vai abraçar esse projeto com alegria a atenção que estamos tendo hoje, nunca tivemos no passado. Com o apoio da prefeita nossa vida vai mudar para melhor”, comemorou a moradora Maria Domingas Marques dos Santos.

Para a implantação do projeto, a prefeitura vai capacitar os moradores através do curso de horticultura do PRONATEC, serão 15 alunos que se tornarão multiplicadores do saber para as 34 famílias da região. E além da capacitação, para otimizar os trabalhos, a prefeitura também fará um serviço de melhoria da estrada para facilitar o escoamento da produção.

E os benefícios não param por aí, até o final do primeiro semestre desse ano, a prefeitura vai recuperar os 37 quilômetros de estradas que ligam Poções a Chapadinha.


O projeto de construção da estrada que vai beneficiar os moradores dessa região já foi contemplado e já está em processo de licitação. A região do Areal sempre foi uma região esquecida pelas gestões anteriores. Mas quando assumimos a secretaria de infraestrutura, a prefeita pediu que trabalhássemos por essa região e até junho as estradas que beneficiarão os povoados Poções, Tutanguira, Escondido, Deserto, Cocal, Gavião, Conceição do Loro, Bom Princípio e Bacabal dos Quitérios serão iniciadas. De imediato já vamos perfurar o poço no Bom Princípio”, anunciou o secretário de infraestrutura, Aluízio Santos.

Dona Esmeralda acompanhou atentamente a tudo que foi dito na reunião e ficou satisfeita com o que ouviu da prefeita Belezinha, que foi pessoalmente anunciar os projetos para a região.

Estou nessa região há 58 anos e vários prefeitos passaram por aqui com muitas promessas, mas nunca fizeram nada aqui. Agora a prefeita Belezinha veio aqui e garantiu os serviços e eu acredito nela”, afirmou a lavradora Maria Esmeralda.

O povoado Poções foi escolhido para receber a segunda etapa do projeto Alimentar devido a sua localização, às margens do Rio Preto facilitando o trabalho de irrigação para a lavoura.

Para implantarmos projetos como estes precisamos aproveitar bem os recursos naturais, o primeiro ficou às margens do Rio Munim, o segundo ficará às margens do Rio Preto. O sucesso do projeto dependo de um conjunto de fatores: apoio do poder público, e isso já tem; envolvimento da comunidade e estradas para dá escoamento à produção, o que já foi anunciado que será feito. Portanto acreditamos que essa iniciativa tem tudo para dá certo e assim proporcionarmos melhores condições de vida para a população rural de Chapadinha”, disse o secretário de agricultura, Carlos Borromeu.

Ascom/PMC
Fotos: Kim Pereira


PUBLICIDADE



Nenhum comentário:

Arquivo do blog